Weintraub é eleito para conselho do Banco Mundial

296

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub foi eleito diretor-executivo do Banco Mundial, de acordo com comunicado divulgado pela entidade, cujos funcionários levantaram questões em relação a comentários passados de Weintraub apontados como racistas.

Weintraub deve ocupar um posto que estava vago no conselho a partir da primeira semana de agosto e cumprirá o restante do mandato que termina no dia 31 de outubro, quando a posição será reaberta para eleição, disse o banco em comunicado divulgado em seu site.

A entidade disse que ele foi eleito pelo grupo que representa Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago, mas não deu detalhes sobre o placar da votação. O Brasil tem a maioria do poder de voto no grupo de nove países.