VW mostra como será seu carro elétrico popular

266

Já que o futuro do automóvel é elétrico, nada mais natural que a montadora que almeja ser a número 1 do mundo faça um carro que tem a missão de se tornar um dos mais baratos e populares da sua categoria. Com isso em mente, a Volkswagen apresentou na segunda-feira, 6, o carro-conceito ID.Life durante a abertura do Salão de Munique à imprensa.

O modelo é um dos maiores destaques do evento que substituiu o Salão de Frankfurt, também chamado de IAA Mobility. A VW espera que a versão de produção do ID.Life seja lançada em 2025 custando a partir dos € 20 mil (R$ 125,5 mil), pensando em atender as massas e também um público mais jovem.

Para o CEO da Volkswagen, Ralf Brandstaetter, o ID.Life é a visão da marca da próxima geração de mobilidade urbana totalmente elétrica. “Isso significa que estamos tornando a mobilidade elétrica acessível a ainda mais pessoas”, disse o executivo durante a abertura do Salão de Munique.

O carro será produzido na plataforma exclusivamente elétrica MEB (Modular Electrification Toolkit) e terá um porte semelhante ao de um Polo, com um entre-eixos de 2,5 metros, que é 27 cm menor que o atual ID.3 – por isso ele deve ser batizado como ID.1.

Apesar do tamanho compacto, o ID.Life esbanja potência: seu motor elétrico de 234 cavalos é mais potente do que o de um Jetta GLi (230 cv) e é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos, de acordo com a VW. Para alimentar essa cavalaria, o conceito recebeu uma bateria de 57 kWh, que garante autonomia oficial de 400 km.