O volume de cheques devolvidos por falta de fundos recuou 6,9% nos oito primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado no País.

O volume de cheques devolvidos por falta de fundos recuou 6,9% nos oito primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado no País. De acordo com a Serasa, foram devolvidos 20,1 cheques a cada mil compensados, de janeiro a agosto de 2007, contra 21,6 no mesmo período de 2006.

No acumulado dos oito meses de 2007, foram compensados 1,04 bilhão de cheques, sendo 20,81 milhões devolvidos por insuficiência de fundos. No mesmo período de 2006, o total de cheques compensados foi de 1,16 bilhão, e o de devolvidos, 24,96 milhões.

De acordo com os analistas da Serasa, a redução na inadimplência com cheques, nas comparações anuais e mensal, reflete a melhora na renda da população, decorrente do aumento do emprego, dos reajustes salariais acima da inflação, das melhores condições de crédito (crescimento da oferta, prazos mais longos e juros menores) e da expansão da atividade econômica interna.