A Volkswagen enfrenta um caminho difícil pela frente para atingir meta de se tornar a maior vendedora de veículos elétricos do mundo até 2025, disse seu presidente-executivo nesta segunda-feira, admitindo que a rival Tesla está avançando mais rápido que o esperado.

“Será uma corrida acirrada, mas não vamos desistir dela”, disse Herbert Diess em uma conferência sobre o futuro do automóvel. “Devo dizer que não esperávamos que nosso principal concorrente dos Estados Unidos fosse tão rápido e bem preparado”, acrescentou.

Diess foi fortemente criticado no ano passado por comparar regularmente a Volkswagen com a Tesla e destacar a agilidade e a velocidade da empresa para pressionar as estruturas estabelecidas da montadora alemã.

A Tesla este ano abriu sua primeira fábrica europeia perto de Berlim, desafiando a Volkswagen e as rivais também alemãs BMW e Mercedes-Benz em seu território, enquanto Diess disse esperar que o crescimento da Tesla seja desafiador.

Diess disse que ainda vê uma chance da Volkswagen conseguir ultrapassar a Tesla e se tornar a número 1 do mundo até 2025, apontando para sua maior oferta de produtos, que inclui carros de luxo e premium, bem como marcas com grande volume de vendas.

Sobre os Estados Unidos, onde a Volkswagen pretende mais que dobrar sua participação de mercado para 10%, Diess disse que isso exigirá uma fábrica adicional, bem como a produção local de baterias.

Fonte: Reuters