As vendas de carros importados fecharam o mês de agosto com a comercialização de 1.471 unidades no atacado, 53% mais em relação a julho, quando foram vendidas 961 unidades.

As vendas de carros importados fecharam o mês de agosto com a comercialização de 1.471 unidades no atacado, 53% mais em relação a julho, quando foram vendidas 961 unidades. Os dados foram divulgados ontem pela Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores).

Em comparação ao mês de agosto de 2006, quando foram comercializadas 804 unidades, houve aumento de 82,9%. No ano, o setor acumula vendas de 6.305 veículos, um crescimento de 66,6% em relação a 2006 (3.783 veículos).

Segundo a entidade, a mesma tendência de crescimento foi observada nos emplacamentos de carros importados. Em agosto, foram emplacadas 1.170 unidades, 52,5% mais em relação ao mês anterior (767 unidades). Na comparação com agosto de 2006, o crescimento foi de 96,9% (594 unidades). No acumulado do ano, foram emplacadas 5.432 unidades, contra 3.436 veículos em igual período de 2006, o equivalente ao crescimento de 34,3%.

Com os dados de agosto, José Luiz Gandini, presidente da Abeiva, informou que revisou a projeção de vendas para este ano, inicialmente em torno de 6.500 unidades, para 9.700 veículos importados.

O setor de carros importados no Brasil, incluindo aqueles trazidos pelas próprias montadoras, significou – nos sete primeiros meses do ano – 139.277 unidades, contra 82.416 unidades de 2006, um aumento de 68,99%.

Até agosto, segundo dados da Anfavea (Associação Nacional de Veículos Automotores), as vendas internas gerais de carros registraram alta de 31,8% em agosto na comparação com o mesmo período do ano passado e de 8,2% em relação a julho deste ano. Foram licenciados 235,3 mil veículos em agosto, contra 178,5 mil em agosto de 2006 e 217,4 mil em julho deste ano. No ano, as vendas já somam 1,53 milhão de veículos, evolução de 27,3% sobre 2006.