O Twitter anunciou que teve prejuízo trimestral de US$ 270 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão). Nesta sexta-feira, 22, a empresa divulgou seus resultados fiscais para o segundo trimestre de 2022.

A receita da empresa ficou em US$ 1,18 bilhão, o que representa uma queda de 1% na comparação anual.

No período, a empresa atingiu 237,8 milhões de usuários diários monetizáveis, número cerca de 16% superior em relação ao ano passado.

“O aumento foi impulsionado por melhorias contínuas de produtos e conversas globais sobre eventos atuais”, disse o Twitter, em nota.

No comunicado, a empresa afirmou que seus custos e despesas totais totalizaram US$ 1,52 bilhão, 31% a mais que o ano passado.

Segundo o Twitter, somente os custos relacionados á “pendente aquisição foram de aproximadamente US$ 33 milhões no segundo trimestre”.

Em abril deste ano foi divulgada a compra do Twitter por Elon Musk por US$ 44 bilhões. Meses depois, em julho, o bilionário anunciou que desistiu da aquisição.

A rede social informou que recorrerá à justiça para pleitear a conclusão da aquisição.