TruggHub, de Curitiba, recebe investimento da Randon 

406

Na foto estão  os sócios Jeferson Zimmermann e Daniel Weimer (sentados da  esquerda  para a direita ) e, em pé, Alexandre Coelho e Adriano Buzetti

A Randon Ventures, unidade de investimentos e aceleração de startups das Empresas Randon, anuncia que liderou a rodada de investimento no valor de R$ 1,4 milhão na TruggHub, startup que atua como marketplace de fretes, tendo se especializado no segmento de cargas fracionadas, um nicho ainda pouco atendido pelas novas soluções de logística digital. Esse é o quinto investimento da Randon Ventures desde que foi criada em 2020.

A solução trazida pela logtech (como são chamadas as startups de tecnologia em logística) para lidar com as cargas fracionadas é a possibilidade de automatizar o processo de cotações e fazer leilões-relâmpagos (os chamados “Flash-Bids“), o que propicia o compartilhamento de espaços ociosos em caminhões por preços diferenciados, aproveitando os complementos de carga ou fretes de retorno. Um dos principais diferenciais da TruggHub é a atuação na chamada performance do frete, ou seja, mediando toda a operação, desde a emissão dos documentos fiscais, averbação de seguros, gerenciamento de risco, coleta e monitoramento do processo de entrega.

Para Alexandre Coelho, CEO da TruggHub, a expectativa é que o investimento e a parceria com a Randon Ventures possam acelerar significativamente o crescimento da startup. “Acreditamos que esse movimento vai potencializar a escalabilidade do nosso negócio, tanto pela relevância das operações das Empresas Randon no setor de logística, quanto pela estrutura de apoio a startups”, destaca Coelho.

“Por ser uma Corporate Venture, aliado ao retorno financeiro, conseguimos trazer sinergia de portfólio, maximizando os resultados das investidas”, ressalta o gerente de Negócios e Estratégias Digitais das Empresas Randon e head officer da Randon Ventures, Mateus de Abreu.

Sest Senat inaugura unidade operacional

Vander Costa: “reforçado o  compromisso de contribuir com o desenvolvimento do transporte no país”

O Sest Senat (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) inaugurou quinta-feira, dia (27) de maio uma nova unidade em Cascavel. O valor total de investimento é de R$ 13,7 milhões. A capacidade é de 53 mil atendimentos ao ano.

A nova estrutura, mais ampla, moderna e eficiente, vai oferecer novos serviços. O presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte) e dos Conselhos Nacionais do Sest e do Senat, Vander Costa, explica que, com a inauguração da unidade de Cascavel, será reforçado o  compromisso de contribuir com o desenvolvimento do transporte no país.

“Onde tem mercado transportador, tem Sest Senat. A nova unidade permite ampliar a eficiência das empresas de transporte no Paraná. Temos a convicção de que a capacitação profissional aliada à qualidade de vida, oferecida pelos nossos serviços de saúde, é capaz disso. Queremos continuar induzindo o desenvolvimento regional e contribuindo para o aprimoramento do setor e dos trabalhadores do transporte da região”, afirma.

“É uma honra poder entregar uma unidade deste porte a empresários, profissionais do transporte, seus familiares e para a sociedade. O Sest Senat vai agregar valor nos serviços voltados a qualificação das pessoas bem como nos cuidados da saúde de quem utiliza dos serviços prestados. Ainda em 2021 faremos novas inaugurações de unidades deste porte em outras regiões paranaenses”, adianta o presidente da Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Estado do Paraná – Fetranspar e do Conselho Regional do Sest Senat no Paraná, Coronel Sérgio Malucelli.

Movimento Empresa Júnior lança projeto

Gabrielly Silva Musso: “vivência empresarial e aprendizado na prática

A Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior), que representa o Movimento Empresa Júnior (MEJ) em todo o país, vai lançar o projeto Salve Um Negócio. O objetivo é prestar consultoria a pequenas empresas, segmento que foi impactado pela crise decorrente da pandemia da Covid-19. Em 2020, a iniciativa envolveu 400 pequenas empresas e rendeu R﹩ 95 mil em investimentos direto. A meta este ano cerca é beneficiar de 800 empresas e gerar R﹩ 200 mil em aporte.

“Acredito muito no potencial do projeto, principalmente pelo seu duplo impacto, fazendo a diferença para quem precisa, tanto para o empreendedor que consegue entender as oportunidades de crescimento do negócio, como para os empresários juniores que estão tendo vivência empresarial e aprendendo na prática”, disse Gabrielly Silva Musso, coordenadora do Salve Um Negócio, que cursa Administração na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Os Pequenos Empreendedores que se interessarem receber o projeto gratuito, devem entrar em contato com empresas juniores do seu estado, que realizem o serviço desejado. A empresa que desejarem fazer doação, como forma de contribuir para com o projeto, podem utilizar o link:https://grifa.me/campanha/salve-um- negocio .

Cresce denúncias apresentadas ao Crea-PR

O número de denúncias recebidas pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) em Curitiba no primeiro quadrimestre de 2021 cresceu 389% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2019, de janeiro a abril, foram registradas 49 denúncias, contra 59 denúncias no mesmo período de 2020 e 289 denúncias em 2021.

Não há dados científicos para justificar o crescimento, mas a área de fiscalização da regional Curitiba trabalha com algumas hipóteses. O home office teria deixado os moradores mais atentos à possibilidade de melhorias em suas residências – seja pela necessidade de adaptação para área de trabalho, ou para a realização de obras que vinham sendo adiadas e, com a presença mais freqüente em casa, passaram a ser consideradas prioritárias – ou ainda simplesmente por estarmos mais atentos a esses barulhos trabalhando de casa.

O cidadão interessado em realizar uma denúncia junto ao Crea-PR pode baixar o aplicativo do Conselho, disponível no APP Store ou no Google Play.Outra alternativa é o site do Crea-PR, onde é possível acessar o menu Fiscalização e Denúncia On-line.Para denúncias de ética profissional, o canal específico é o site do Crea, em Formulários On-line.

Quem denunciou e quer acompanhar como está o processo, é possível acessar o site https://www.crea-pr.org.br/ws/. As dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 0800-041-0067, com atendimento das 8 horas às 18 horas.