Bruno e Dom foram assassinados em 5 de junho – Foto: Reprodução

Três suspeitos de participação na ocultação dos corpos do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista Bruno Pereira foram presos durante uma operação da Polícia Federal neste sábado, 6, na região do Vale do Javari, no Amazonas.

Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva, dois deles contra Amarildo Costa de Oliveira, conhecido como Pelado, e Ruben Dario da Silva Villar, o Colômbia, que já estavam presos.

Segundo a PF, os três presos que teriam ocultado os corpos de Bruno e Dom são parentes de Amarildo.

“Trata-se de Ruben Dario da Silva Villar, um cidadão colombiano que utilizava documentos ideologicamente falsos, como carteira de identidade brasileira e documento de identidade peruano, dentre outros”, diz nota da PF.

Segundo a corporação, as investigações apontaram fortes indícios de que “Colômbia”seria líder e financiador de uma associação criminosa armada dedicada à prática da pesca ilegal na região do Vale do Javari.