Tremedeira no Planalto

282

Há tensão no time de Bolsonaro. Gente suando frio nas mãos e pedindo doses de Rivotril. A tigrada no Palácio do Planalto teme que a prisão de Fabrício Queiroz na casa do advogado Frederick Wassef arraste Jair Bolsonaro para dentro do caso. Wassef é considerado um faz-tudo do presidente.

Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) acreditam que a operação policial que prendeu Fabrício Queiroz na casa de um advogado da família Bolsonaro atingiu o coração do governo e pode ter consequências imprevisíveis.

Um dos magistrados avalia que ela pode resultar até na cassação do senador Flávio Bolsonaro, caso fique configurada quebra de decoro parlamentar, por envolvimento em esquema de rachadinhas, ou tentativa de obstrução da Justiça.

O advogado Wassef que escondia Queiroz frequenta o Palácio do Planalto, participou ativamente da campanha atraindo empresários de São Paulo e recebia ocasionalmente Bolsonaro, quando deputado, em sua mansão em Brasília. Wassef chegou a vender uma Land Rover para Bolsonaro. Como publicamos há pouco, o advogado esteve com o presidente ontem. Será difícil o presidente dizer que não sabia onde estava Queiroz.

Sistema particular

Um integrante do “sistema de informações particular” de Jair Bolsonaro foi avisado por um colega de São Paulo de que a Polícia Civil iria prender Fabrício Queiroz em Atibaia. Pouco depois, o celular de Bolsonaro tocou no Alvorada. Segundo um interlocutor, o presidente ficou em silêncio ao receber a notícia.

Conhecido aqui

Wassef é conhecido no Paraná e por algo muito ruim. O Caso Evandro, também conhecido como As Bruxas de Guaratuba, investigou o sequestro e assassinato do garoto Evandro Ramos Caetano, em 1992, em Guaratuba. À época saiu notícia em que Fred Wassef, advogado da família Bolsonaro, estava envolvido no caso e que o delegado Luis Carlos de Oliveira pediu sua prisão temporária, diz a notícia de 25 de julho de 1992, no Jornal do Brasil.

Weintraub fora

Acabou a novela. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou ontem que deixará o cargo. A confirmação foi dada em um vídeo publicado por Weintraub, em que aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro. O governo pretende indicar Weintraub para o Banco Mundial, em Washington. Lá, o Brasil lidera um grupo de nove países e, sendo o maior acionista, tem a prerrogativa de indicar o diretor da área.

O pior

Abraham Weintraub vai para a galeria dos piores ministros da Educação de todos os tempos. Sob seu comando a pasta perdeu qualquer relevância, deixando de fazer o mínimo quando deveria ser protagonista, especialmente em momentos tão cruciais como o da pandemia.

10 a 1

Dias Toffoli deu o décimo voto a favor da continuidade do inquérito das fake news e concluiu o julgamento da ação da Rede que pedia o trancamento da investigação. Afirmou que a investigação foi aberta por causa de tentativas de “intimidação e represália à livre atuação e independência do Poder Judiciário”. “A tolerância a tais comportamentos apenas estimula novas manifestações de ódio e incitação à violência, as quais passam ao largo da expressão legítima da liberdade de expressão”, disse.

Boa parceria

Quase R$ 1 bilhão serão investidos pela Itaipu binacional no oeste do Paraná ao longo de 5 anos, começando em 2019 – recursos que promovem o desenvolvimento e tornam a região atrativa para novos negócios. Itaipu e o Estado do Paraná mantêm inúmeros convênios e parcerias, desde investimentos pesados em infraestrutura até cuidados com o meio ambiente, segurança hídrica, programas de saúde, segurança de fronteira, cidade inteligente, inovação e tecnologia, entre outros. A boa relação institucional segue uma diretriz do governo federal.

IPVA parcelado

O paranaense que não conseguiu quitar o pagamento do IPVA de 2020 por causa da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus pode ter o valor parcelado. É o que propõe o projeto de lei do deputado Delegado Francischini, protocolado na Assembleia Legislativa.

Mais testes

Esta semana, o deputado estadual Reichembach fez um pronunciamento durante a sessão remota da Assembleia Legislativa do Paraná. Dentre os assuntos tratados, a necessidade da realização de mais testes do novo coronavírus no estado. “Precisamos ampliar e intensificar a realização de testes na população, para que possamos ter um mapa mais real da situação do nosso estado, e principalmente para proteger as pessoas do contágio do vírus”, ressalta Reichembach. De acordo com o deputado, o Paraná tem realizado uma média de 1500 testes do novo coronavírus diariamente, um número muito aquém do ideal.

Lenta e gradual

A ministra Tereza Cristina negocia com o governo do Vietnã para que mais cinco frigoríficos brasileiros sejam autorizados a exportar para o país asiático. Há dias, a ministra anunciou que seis produtores de carnes suína já receberam sinal verde do governo vietnamita.

Candidata

A ministra Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos vai se filiar ao Aliança pelo Brasil assim que o partido bolsonarista puder ser formalmente registrado. Quer sair candidata ao Senado em 2022, apoiada por Bolsonaro.

O que elas querem

Os 12 reitores em fim de mandato se dividem entre os que querem prorrogação em seus cargos e os que acham que a lista tríplice de candidatos a reitor a melhor alternativa, escolhido por conselhos universitários. Na Universidade de Brasília, de longa tradição democrática, estarão proibidas consultas, campanhas, debates nem internet. A lista tríplice dos “reitoráveis” não é para mandato temporário, enquanto durar a pandemia. O mandato biônico vai de 2020 até 2022.

Fim da linha

Além da pandemia, outro fator foi decisivo para o BS2 romper contratos de patrocínio com o Flamengo. O número de contas digitais abertas a partir da parceria ficou bem aquém das metas estabelecidas pelo banco.

Tarja preta

Carlos e Eduardo Bolsonaro tentam fazer a cabeça de Jair Bolsonaro para abrigar o psiquiatra Ítalo Marsili para uma das secretarias do Ministério da Saúde. Eles queriam mesmo emplacar Marsili no comando da Pasta. Por ora, o general Eduardo Pazuello é “imexível”.

Guerra é guerra

Nove entre dez analistas acham que o país já tem um grande estoque de pessoas qualificadas e sem empregos por causa da recessão de 2015 e 2016. São pessoas que já estão há bastante tempo em busca de emprego e dispostas a trabalhar ganhando menos. Os jovens terão que disputar com elas um espaço. E o fato de que vivemos crises acumulativas na economia e no mercado de trabalho só aumenta esse problema. São dados da LCA Consultores.

Resistente

Depois de nova rodada de rumores de que seria substituído, o líder do governo na Câmara Major Vitor Hugo (PSL-GO) sobreviveu de novo aos ataques, com apoio renovado do presidente Bolsonaro. Ele sai fortalecido da crise em especial após a denúncia da Procuradoria-Geral da União contra o líder do PP, deputado Arthur Lira (AL), que vem atuando como líder informal do governo. Mas, o Planalto também conta com Lira para ajudar na aprovação dos projetos do Executivo.

Continuidade

O nome de Bruno Funchal para o lugar de Mansueto Almeida na Secretaria do Tesouro Nacional, foi bem recebida pelo mercado. A escolha indica continuidade da estratégia de ajuste das contas públicas, num momento marcado pela forte deterioração fiscal, devido a pandemia. A arrecadação despenca, com a retração da economia e os gastos aumentam com força.

Anti-Aras

Questionado dentro e fora do MPF pela excessiva proximidade com Bolsonaro, Augusto Aras, o PGR, trava guerra interna na corporação. O pano de fundo é a eleição dos quatro novos integrantes do órgão máximo do MPF, o Conselho Superior do Ministério Público Federal, prevista para os 23 e 30 de junho. A dias do pleito, Aras mergulhou nas campanhas de duas subprocuradoras, mas pode sofrer dura derrota. Os subprocuradores Nicolau Dino e Mario Bonsaglia, ferrenhos opositores de Aras, são considerados pule da vez. E nas últimas semanas cresce o nome de Carlos Frederico Santos, também desafeto de Aras.

Olho na beleza

As gestoras norte-americanas Advent e KKR estariam na disputa pelos ativos da Coty Brasil. a KKR, para quem tem memória curta, comprou recentemente 60% da divisão de produtos profissionais da fabricante de cosméticos francesa.

14º

O MPF vai encaminhar aos Tribunais de Contas a recomendação de que todos estados descontem de imediato o valor de R$ 600, 00 do contracheque de servidores que, inadvertidamente, se cadastraram para recebe o auxílio emergencial. Por lei, o benefício é vetado a funcionários públicos. O número de pagamentos indevidos em todo o país ainda não está fechado. Cada Tribunal de Contas está fazendo o cata-cata individualmente.

Frases

“A gente espera que possa ficar melhor. Estava muito ruim o Ministério da Educação”…

Rodrigo Maia