Em cartaz no Sesc Consolação, em São Paulo, até fevereiro e com torcida para estar no Festival de Teatro de Curitiba, agendado para abrir em 29 de março, o espetáculo Língua Brasileira marca a primeira parceria entre Tom Zé, Felipe Hirsch e o coletivo Ultralíricos.

Os atores Amanda Lyra, Danilo Grangheia, Georgette Fadel, Laís Lacorte, Pascoal da Conceição e Rodrigo Bolzan, além de quatro músicos (Fábio Sá, Fernando Sagawa, Luiza Brina e Thomas Harres, em alternância com Cuca Ferreira, Gabriel Basile e Gustavo Sato), apresentam uma apaixonada epopeia dos povos que formaram a língua que falamos, seus mitos e cosmogonias, passando pelas remotas origens ibéricas, por romanos, bárbaros e árabes, pela África e a América Nativa.

Criado a partir da música homônima lançada no álbum Imprensa Cantada (2003), o espetáculo conta com canções inéditas de Tom Zé e dramaturgia dos Ultralíricos, Felipe Hirsch, Juuar e Vinícius Calderoni. Prevista para estrear em 2020 e adiada por conta da pandemia, a montagem dirigida pelo curitibano Felipe Hirsch faz um passeio pelo inconsciente do português brasileiro, suas graças e tragédias, seu ‘esplendor e sepultura’.

Língua Brasileira reúne outros parceiros dos Ultralíricos – Daniela Thomas e Felipe Tassara (direção de arte), Beto Bruel (iluminação) e Maria Beraldo (direção musical). O coletivo foi formado em 2013 e desde então apresentou o projeto Puzzle, criado para a Frankfurter Buchmesse (Alemanha), dividido nas partes (a), (b), (c), (d), seguido de ‘A Tragédia e A Comédia Latino-Americana’ (2015), ‘Selvageria’ (2017) e ‘Fim’ (2019).

Imperdível: de janeiro a 20 de fevereiro, quinta a sábado, às 20h; domingo, às 18h, no Teatro Sesc Consolação (Rua Doutor Vila Nova, 245, São Paulo. Informações: (11) 3234-3000, sescsp.org.br, Facebook, Twitter e Instagram: /sescconsolacao

Duração: 160 minutos com intervalo. Não recomendado para menores de 16 anos

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (Credencial Plena e aqueles elegíveis ao direito de meia-entrada, de acordo com a legislação), disponíveis para venda em sescsp.org.br ou nas bilheterias das unidades do Sesc São Paulo.

Tom Zé e Felipe Hirsch, um encontro em Língua Brasileira

Em cartaz no Sesc Consolação, em São Paulo, até fevereiro e com torcida para estar no Festival de Teatro de Curitiba, agendado para abrir em 29 de março, o espetáculo Língua Brasileira marca a primeira parceria entre Tom Zé, Felipe Hirsch e o coletivo Ultralíricos.

Os atores Amanda Lyra, Danilo Grangheia, Georgette Fadel, Laís Lacorte, Pascoal da Conceição e Rodrigo Bolzan, além de quatro músicos (Fábio Sá, Fernando Sagawa, Luiza Brina e Thomas Harres, em alternância com Cuca Ferreira, Gabriel Basile e Gustavo Sato), apresentam uma apaixonada epopeia dos povos que formaram a língua que falamos, seus mitos e cosmogonias, passando pelas remotas origens ibéricas, por romanos, bárbaros e árabes, pela África e a América Nativa.

Criado a partir da música homônima lançada no álbum Imprensa Cantada (2003), o espetáculo conta com canções inéditas de Tom Zé e dramaturgia dos Ultralíricos, Felipe Hirsch, Juuar e Vinícius Calderoni. Prevista para estrear em 2020 e adiada por conta da pandemia, a montagem dirigida pelo curitibano Felipe Hirsh faz um passeio pelo inconsciente do português brasileiro, suas graças e tragédias, seu ‘esplendor e sepultura’.

Língua Brasileira reúne outros parceiros dos Ultralíricos – Daniela Thomas e Felipe Tassara (direção de arte), Beto Bruel (iluminação) e Maria Beraldo (direção musical). O coletivo foi formado em 2013 e desde então apresentou o projeto Puzzle, criado para a Frankfurter Buchmesse (Alemanha), dividido nas partes (a), (b), (c), (d), seguido de ‘A Tragédia e A Comédia Latino-Americana’ (2015), ‘Selvageria’ (2017) e ‘Fim’ (2019).

Imperdível: de janeiro a 20 de fevereiro, quinta a sábado, às 20h; domingo, às 18h, no Teatro Sesc Consolação (Rua Doutor Vila Nova, 245, São Paulo. Informações: (11) 3234-3000, sescsp.org.br, Facebook, Twitter e Instagram: /sescconsolacao

Duração: 160 minutos com intervalo. Não recomendado para menores de 16 anos

Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (Credencial Plena e aqueles elegíveis ao direito de meia-entrada, de acordo com a legislação)´,os disponíveis para venda em sescsp.org.br ou nas bilheterias das unidades do Sesc São Paulo