Telemedicina para tratar saúde infantil avança em tempos de pandemia

276
 

A telemedicina passa a ser uma opção de cuidados com a saúde da família. A Cia da Consulta, rede de medicina inteligente que oferece serviços integrados de alta tecnologia e qualidade médica, observou que desde o início da pandemia a área de pediatria tem crescido mês a mês, principalmente em épocas mais secas, quando surgem os problemas respiratórios mais crônicos.

“Desde o ano passado observamos um aumento no agendamento de consultas nessa especialidade e temos visto que os responsáveis estão aderindo cada vez mais esse formato. Ele é um atendimento muito semelhante ao presencial”, explica Felipe Folco, médico e diretor da empresa.

De acordo com estudos da Sutton Trust, ONG educacional do Reino Unido, divulgados este ano, 20% dos pais com filhos pequenos sentiram que o confinamento comprometeu fisicamente seus filhos e 52%, que as habilidades emocionais e sociais foram prejudicadas. “As crianças também precisam ter a saúde acompanhada durante a pandemia, principalmente aquelas que estão nos primeiros anos de vida. Na Cia da Consulta nós contamos com médicos pediatras que atendem de forma remota prestando suporte a casos mais simples. Além disso, todo sistema utilizado nas consultas é desenvolvido por nós, possibilitando esse acesso à saúde de forma segura”, ressalta Folco.

Um dos cuidados mais importantes da teleconsulta com crianças, segundo Folco, é respeitar as normas necessárias para a realização da consulta e também as restrições dos próprios pacientes. “Durante a consulta é importante que os pais participem e disponibilizem o máximo de informações que puderem a respeito da criança. Porque muitas vezes o paciente não fala, ou consegue explicar o que está sentindo para o médico”, completa Folco. A Cia da Consulta foi uma das pioneiras no oferecimento da prática de medicina remota, comercializando durante um ano mais de 60 mil consultas em todo país.