Solidão por Dino Bacciotti e 45 internautas ganha clipe

305

O compositor paranaense Dino Bacciotti, logo no início do advento do isolamento social imposto pela pandemia, gravou um videoclipe com a ajuda de um público anônimo que, nas redes sociais, respondeu à pergunta: O que é solidão para você? Ao todo ele selecionou 45 respostas,  inseridas na gravação.

“Solidão é a falta de contato físico com quem mais amamos”; “Solidão é a ausência da convivência, da falta de amor”; “É tomar café sozinha numa mesa posta para dois”; “É ficar longe das pessoas que eu amo”, por exemplo. Enquanto surgem as frases, Dino Bacciotti apresenta  sua nova música, Todas Respostas.

A canção fala sobre o que a mudança pode fazer na vida de alguém, mas também o quanto é difícil lidar com o estrago causado por algo. A letra faz uma reflexão sobre o quanto é complicado lidar com tudo fora do lugar, o quanto a saudade pode alucinar. Tema oportuno para os dias pandêmicos, não é mesmo?

O desenvolvimento do clipe aconteceu em março deste ano quando Bacciotti estava em Austin, no Texas, para participar do SXSW Conference & Festivals. O evento foi cancelado devido à disseminação avassaladora do novo coronavírus.  E, nas ruas desertas da capital texana, ele decidiu fazer algumas imagens. Uma das cenas mostra um cinema em Austin, de portas fechadas, com essa mensagem na fachada : In order for us to be all together, for now we must remain apart (para que estejamos todos juntos, por enquanto devemos permanecer separados).

O músico, também vídeo maker e publicitário, iniciou as gravações nos EUA, mas ao voltar para o Brasil, percebeu que a pandemia estava longe de terminar. E aí surgiu a ideia de fazer a pergunta nas redes sociais, compartilhando a solidão, para finalizar o videoclipe.

O resultado pode ser visto no canal @dinobacciotti no Youtube.

Natural de Apucarana, Dino Bacciotti, com sua voz e violão, já abriu shows de Nando Reis, Leoni, O Rappa e Paulo Miklos, além de participau do tributo à Rita Lee, em 2015. Com uma personalidade musical muito particular, ele traz em suas composições muito da vida, muito do que está acontecendo naquele momento em que está compondo.  Possui três trabalhos autorais, EP Começo (2013), o álbum Entre Dois e Três (2016) e o EP Coração Aberto (2019), além da coletânea de releituras Canções doces para tocar no café (2019).

 Clipe: https://www.youtube.com/watch?v=0AjVykn1Bng

Direcione o celular: