Serra Verde opera trem turístico de Itu

537
Parte da composição chegou a Itu depois de viajar 500 quilômetros

A cidade de Itu (SP), a pouco mais de 100 quilômetros da capital paulista, vai agregar, a partir da segunda quinzena de dezembro, um novo componente a seus atrativos turísticos: o Trem Republicano, que fará um percurso de 7,6 quilômetros até Salto, uma estância turística também localizada na região metropolitana de Sorocaba. O serviço estará a cargo da paranaense Serra Verde Express, que opera o trem turístico na ferrovia Paranaguá-Curitiba.

Na semana passada, a Serra Verde desembarcou em Itu parte da composição para a nova linha – uma locomotiva e um vagão – , transportados por mais de 500 quilômetros pela BR-116. Até o final do ano chegarão mais dois vagões e outra locomotiva. O nome Trem Republicano remete ao fato histórico de Itu ter sediado, em 1873, a convenção do Partido Republicano, considerado um passo decisivo para a proclamação da República em 1889.

O projeto turístico do Trem Republicano foi iniciado há 15 anos e a estação ferroviária de Itu, na praça Dr. Gaspar Ribeiro, inteiramente renovada para operar o serviço. A estação em Salto, escolhida como destino final, também foi restaurada. “Nos três vagões, o Trem Republicano vai transportar 132 passageiros em cada viagem e prevê ainda espaço para pets”, informa Adonai Aires de Arruda, diretor presidente da Serra Verde Express. A composição restaurada deve levar aproximadamente uma hora para percorrer o roteiro.

Além do Trem Republicano, a Serra Verde Express também é responsável pelo passeio ferroviário entre Curitiba e Morretes, que percorre a maior porção contínua de Mata Atlântica preservada no Brasil. Mais de três milhões de passageiros foram transportados durante os 22 anos de operação nessa rota, o que rendeu à empresa premiações nacionais e internacionais, além da nomeação pelo jornal The Guardian como um dos 10 passeios de trem mais espetaculares do mundo.  

Vila Velha, grupos só com guias

Parque Vila Velha: concessionária disponibiliza a relação dos guias credenciados

Somente guias de turismo treinados pela Soul Vila Velha, concessionária do parque Vila Velha, situado na região de Ponta Grossa (PR), poderão acompanhar os visitantes em seus passeios no local. A contratação será opcional para turistas isolados mas obrigatória para grupos a partir de 15 pessoas, que precisam agendar as visitas em parquevilavelha.com.br.

Leandro Ribas, gestor da Soul, informa que ao programar a visita de grupos, o responsável pela excursão já recebe por e-mail a relação dos guias certificados para acompanhar a visitação. Os grupos têm a liberdade de escolher e contratar diretamente o guia que desejarem, entre os indicados. “O parque não interfere nesse processo. Trata-se de uma negociação direta entre os grupos e os guias certificados. O que o parque exige é que quando o grupo chegar aqui esteja acompanhado por um dos guias da nossa base de cadastro”.

Nos finais de semana, os guias credenciados participarão de um sistema de plantão para atendimento a qualquer visitante que queira o acompanhamento especializado. “Implementamos uma sinalização autoexplicativa para a visitação autoguiada. Mas alguns visitantes preferem um atendimento mais personalizado, com o objetivo de vivenciar uma experiência de conhecimento mais aprofundado e interativo. Para esse público, os guias credenciados estarão à disposição nos fins de semana para atendimentos individuais ou em grupos com menos de 15 participantes”, destaca Ribas.

Salto Morato aberto a visitas

Reserva é reconhecida com Patrimônio Natural da Humanidade

Com as necessárias medidas de segurança sanitária, a Reserva Natural Salto Morato, mantida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza em Guaraqueçaba (PR), reabriu à visitação pública de forma controlada, depois de vários meses fechada em razão da pandemia do coronavirus. As visitas devem ser agendadas. O protocolo desenvolvido para Salto Morato segue quatro ondas – vermelha, laranja, amarela e verde – que determinam a quantidade de visitantes e grupos diários permitidos, os dias de funcionamento e os serviços disponíveis para o visitante.

A fase iniciada agora é a laranja, como explica a coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário, Marion Silva. A entrada na reserva será limitada a 20 pessoas por dia e, no caso de grupos, será respeitado o distanciamento de no mínimo dez metros. A presença de idosos e gestantes ainda não é possível, devendo ser liberada somente a partir da fase amarela. Localizada em um território reconhecido pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, a reserva tem 2.253 hectares e está inserida na Grande Reserva Mata Atlântica, o maior remanescente contínuo do bioma no Brasil.

Pelo novo protocolo de visitação de Salto Morato, todos os visitantes e colaboradores terão a temperatura aferida na entrada da reserva, o uso de máscara será obrigatório e cada pessoa deverá carregar consigo itens de uso pessoal durante o passeio, como álcool em gel e copo ou garrafa individual. Neste momento, a lanchonete da reserva encontra-se fechada.

Lufthansa retoma voos diários

A partir de dezembro, a Lufthansa volta a oferecer voos diários entre São Paulo e Frankfurt, na Alemanha, operando sete frequências semanais; ao mesmo tempo, a Swiss, que também pertence ao Lufthansa Group, terá cinco voos na rota São Paulo-Zurique, dois deles em caráter temporário, entre meados de dezembro e janeiro. As novas opções de voos já estão disponíveis para consulta nos sites das respectivas companhias aéreas.

Os voos da Lufthansa partirão diariamente do Aeroporto Internacional de Guarulhos às 19h35, chegando em Frankfurt às 11h10 do dia seguinte. Já os voos de retorno partem daquela cidade alemã às 21h35 (horário local), pousando em São Paulo às 5h35 do dia seguinte. Os três voos semanais da Swiss decolam de Guarulhos às terças, sextas e domingos; os dois outros não foram informados.

O Lufthansa Group destaca que São Paulo foi um dos cinco destinos de longa distância operados ininterruptamente pelas suas empresas durante a pandemia, juntamente com Newark (Estados Unidos), O’Hare (Chicago), Tóquio (Japão) e Bangkok (Tailândia). Outra novidade trazida pelo grupo aos passageiros brasileiros é a adoção de sua mais moderna aeronave para operar a rota São Paulo- Frankfurt durante o inverno europeu: o Airbus 350-900, a aeronave de longa distância mais avançada e ecológica do mundo.

Legenda

Lufthansa: operação diária entre São Paulo e Frankfurt

Foto: Divulgação Lufthansa