A segunda prévia do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) de setembro, anunciado ontem pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), aumentou 1,05%.

Priciane Crocetti
da redação

A segunda prévia do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) de setembro, anunciado ontem pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), aumentou 1,05%, ante alta de 0,59% em igual prévia do mesmo indicador em agosto.

Essa foi a maior segunda prévia do IGP-M desde julho de 2004, quando a alta foi de 1,11%. A fundação também informou os resultados dos três indicadores que formam a segunda prévia do IGP-M de setembro. O Índice de Preços por Atacado (IPA) subiu 1,52% na segunda prévia de setembro. Já os preços dos produtos agrícolas tiveram alta de 4,13% .
Os dados divulgados, atestam que a segunda prévia de setembro do IPA foi o maior nesse tipo de índice desde fevereiro de 2003, quando o IPA subiu 1,91%. Até a segunda prévia do IGP-M de setembro, o IPA acumula altas de 3,85% no ano e de 5,89% em 12 meses, de acordo com a FGV.Segundo a fundação, os preços dos produtos agrícolas no atacado acumulam elevação de 7,76% no ano e marcam aumento de 15,64% em 12 meses.
Na análise da movimentação de preços entre os produtos no atacado, as altas de preço mais expressivas foram registradas em soja em grão (8,23%); milho em grão (12,49%); e leite in natura (5,46%). Já as mais significativas quedas de preço, no atacado, foram apuradas em cana-de-açúcar (-1,52%); tomate (-10,72%); e batata-inglesa (-8,81%).