O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, vai comparecer à cerimônia memorial da paz na cidade de Hiroshima, oeste do Japão, em 6 de agosto deste ano. O evento marca o bombardeio atômico da cidade pelos Estados Unidos em 1945.

Fontes próximas ao assunto afirmam que Guterres agora trabalha para resolver os detalhes de sua visita junto a autoridades da cidade. Esta será sua primeira participação em uma solenidade do tipo na cidade japonesa de Hiroshima.

Guterres tinha a expectativa de comparecer à cerimônia anual em 2020, mas o plano foi descartado devido à pandemia do coronavírus. Em 2018, ele participou da cerimônia memorial em Nagasaki, outra cidade que foi devastada por uma bomba atômica, três dias depois de Hiroshima. Faz 12 anos desde que seu antecessor, Ban Ki-moon, se tornou o primeiro secretário-geral da ONU a comparecer à cerimônia de Hiroshima em 2010.

Acredita-se que, com a visita, Guterres tenha a oportunidade de enviar uma forte mensagem antinuclear ao mundo, já que a invasão russa à Ucrânia tem aumentado o risco de um conflito nuclear.

Com NHK