A Samsung Camera lança no Brasil a câmera digital de 10,1 megapixels NV-10, com corpo de alumínio preto de apenas 18,5 mm de espessura.

Entre os destaques, estão seus 10.1 megapixels de resolução; o sistema de redução de ruído Advanced Shake Redution (ASR) para evitar tremores causados por movimentos da mão; o sistema Smart Touch, “toque inteligente”, que permite ao fotógrafo navegar nos menus com uma grande facilidade, graças à interface gráfica revolucionária (GUI). Ou seja, aquele tradicional botão (dial) foi substituído por um pad, convenientemente localizado na parte traseira da câmera, no LCD de 2,5 polegadas.

A NV 10 incorpora as lendárias lentes Schneider-Kreuznach de zoom ótico de 3X. Mesmo com o flash desabilitado, efeitos negativos como os olhos vermelhos são prevenidos. O equipamento grava em VGA (640×480) em 30 quadros por segundo para melhor qualidade do vídeo, permitindo que o usuário veja suas fotos em TVs e monitores LCD. Inclui função de estabilizador de vídeo que, automaticamente, detecta e corrige movimentos laterais e verticais da câmera.

Para obter boas imagens em várias condições de fotografia, a Samsung NV-10 apresenta 11 modos de cenas entre noturno, retrato, criança, paisagem, close-up, pôr-do-sol, contra-luz, queima de fogos, praia, neve e reconhecimento de texto. Este último permite fotografar livros, papéis, revistas, documentos e extrair texto da imagem gravada, utilizando o software de reconhecimento de imagem Digimax Reader. O preço sugerido pela Samsung para a NV10 é de R$ 1.299,00.

 SAMSUNG CÂMERA

A Samsung Camera contabiliza 27 anos de experiência de fabricação no setor. A fábrica de câmeras digitais da Samsung no Brasil foi inaugurada em 2006, em Varginha (MG). A unidade é a terceira fábrica da Samsung Camera no mundo. As outras estão na Coréia do Sul (matriz) e na China. A unidade de Varginha é uma joint venture da Samsung Techwin – divisão eletrônica do grupo coreano que, além de fabricar câmeras digitais, produz carros, material bélico, brinquedos hi-tech entre outros – com a THC Brasil. Cerca de US$ 3,3 milhões foram investidos na montagem da fábrica e aquisição de equipamentos e materiais para o início da produção. Novos investimentos na ampliação da unidade fabril brasileira estão em estudos.