Salão de calçados virtual só não teve aperto de mão

354

Doze mil acessos únicos nos estandes dos expositores, 21 mil acessos nas lives de conteúdos, 35 mil visualizações nos espaços dos expositores e 161 mil visualizações de páginas na plataforma sinalizam o sucesso  da edição 2020 do SICC, recém-realizada em formato inédito – toda online. “Estamos elaborando um relatório mais detalhado, mas os números são estes”, adianta Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, comemorando a “resposta positiva do mercado” para o Salão Internacional do Couro e do Calçado, cancelado em Gramados-RS devido à pandemia do coronavírus.

A plataforma virtual manteve exposição de calçados e acessórios, além de uma programação de conteúdos nas áreas de tecnologia, negócios e comportamento. E registrou as presenças de 52 países, estando Brasil, Estados Unidos, Argentina, Equador, Colômbia, Índia, Portugal, Costa Rica e Uruguai entre os mais acessados. Do mercado nacional, com acesso de todos os estados, as maiores visitações foram São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

“Esta foi uma experiência única e gratificante. Só faltou o olho no olho e aperto de mão”, observa Pletsch, almejando brevidade para essa aterradora pandemia.

Afro Máscaras ganha parceira

A marca gaúcha B-Corp Insecta Shoes, produtora de sapatos e acessórios veganos advindos de excedentes da indústria, faz parceria com o coletivo Afro Máscaras, composto de mulheres negras costureiras e de comunidades periféricas. Muitas delas são migrantes e ganham cerca de vinte centavos por máscara produzida, mas a Insecta pagará cinco reais.

“Precisamos auxiliar essas profissionais a precificar seu trabalho, e mais do que isso, ajudá-las a sobreviver nesse momento tão difícil que está sendo a pandemia. Incentivar o pequeno comércio é mais do que a nossa obrigação”, diz Barbara Mattivy, fundadora da Insecta Shoes. Dessa parceria nasceu modelos de máscaras exclusivas e sustentáveis feitas com tecido 100% de algodão que seriam descartados pela indústria. Serão 18 modelos unissex (o combo com três ítens custa 69 reais) e estão disponíveis no site www.insectashoes.com.

Lenço antiembaçante para óculos

Com o desafio de eliminar o embaçamento dos óculos dos usuários de máscaras antivirais, três amigos, Murilo Silva empresário do ramo de ótica, Cláudio Feijó da indústria química e do importador Felipe Bittencourt, se uniram para desenvolver um lenço apropriado. E, a cada compra realizada no site da OutFog, serão doados cinco reais para Polio Plus do Rotary International, campanha que visa erradicar a paralisia infantil no mundo.

A flanela Outfog, produzida com compostos orgânicos que favorecem a formação de um filme sobre a lente, que altera a tensão superficial da água, repele as microgotículas que causam o embaçamento. É recomendada para óculos de grau e solares, servindo também para visor de capacete, vidro de carro e óculos de snowboard, e pode ser utilizada por até 500 vezes, boa aderência na lente por até 36 horas.

O produto chega também às óticas e “como esperamos um crescimento rápido nos próximos meses, estamos desenvolvendo a segunda fase do projeto, que será a fabricação 100% brasileira”, adianta Cláudio Feijó. Saiba mais em https://www.outfog.com.br/

Vai encarar um xadrez?

Clássico e usual nos meses de inverno, o xadrez é um dos lançamentos das marcas masculinas Breda Uomo e OTT. Nessa temporada o destaque são as opções em xadrez tartan, originário da Escócia, na cor azul marinho, e também com uma estampa menor nas cores verde, azul e vermelha.

Atenção também para o microxadrez tattersall com fundo azul ciano, um dos mais antigos que existem, característico por suas linhas finas que geram quadriculados padronizados. Um xadrez também suave é o vichy, com fundos marinho, azul claro, verde e vermelho. E ousado e charmoso, o xadrez madras surge em vermelho e  azul.

Camisas sociais em modelagens slim e tradicionais, de manga longa, em tecido 100% algodão, e camisas com a aconchegante flanela, para ser usada aberta sobre outra camisa ou mesmo fechada, são as peças que vestem dos tamanhos pequenos aos plus-size.

Breda Uomo é especialista em camisaria tradicional e a Ott é jovial-jeans. Ambas, presentes em mais de sete mil multimarcas, pertencem ao grupo Breda Excelência em Alfaiataria, fundado em São Paulo por filhos de imigrantes italianos, em 1960. Agora, a empresa volta-se também para crianças, desde o bebê. As peças são feitas com materiais macios, como o algodão, e os modelos vão dos esportivos aos sociais. E propõe o estilo Tal Pai, Tal Filho para o Dia dos Pais.