Foto: arquivo-reprodução
A Rússia disse nesta quarta-feira estar pronta para trabalhar com a Organização das Nações Unidas (ONU) para combater os riscos de uma crise alimentar global, e está disposta a cumprir suas obrigações de exportar alimentos e fertilizantes.

Os compromissos foram assumidos em uma conversa entre o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, e o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse o ministério de Lavrov em comunicado.

Entretanto, o comunicado não anunciou quaisquer novas medidas concretas e repetiu acusações russas anteriores de que as ações ucranianas e as sanções ocidentais são as culpadas pela crise.

“Foi enfatizado que a exportação de grãos ucranianos é dificultada pela mineração do Mar Negro por Kiev”, disse Lavrov.

Com reuters