Ronaldo Silvestre, o tempo e a moda

447

“A proposta para esta coleção atemporal 2021 é continuar abrindo algumas gavetas da minha vida, mesmo em tempos difíceis, incertos e dias tristes. Estou recriando o que um dia eu mesmo criei… Um novo desafio que no final sempre revela um pouco dos meus valores e dos meus processos criativos no redesign sustentável de tecidos e formas”.
Palavras do estilista Ronaldo Silvestre, mineiro de Itabira, ao conceituar a coleção Ressignificar, apresentada em desfile digital da semana de moda autoral cearense Dragão Fashion Brasil, cuja edição deste ano foi toda online devido à tenebrosa pandemia do coronavírus.(O conteúdo do DFB Digifest 2020 está disponível em youtube/dragaofashionhouse).

Abertas, as gavetas de Ronaldo mostram não só seu processo criativo, desde seus primeiros trabalhos como estudante de moda Universidade Estadual de Londrina, como também a lembrança de sua mãe costurando shorts e camisas das calças doadas pelos mineradores de Itabira. Sim, as avós, mães e tias deste país desde antanho já reaproveitavam e customizavam roupas de pouco ou de muito uso.
A coleção Ressignificar foi apresentada (e filmada) no ateliê do Instituto de Igualdade, Transformação e Inovação Social-ITI, organização não governamental criada em 2009, presidida por Ronaldo, que atende, ensina e emprega dezenas de mulheres afeitas ao corte e costura, bordados e artesanias com tecidos. Essas artesãs, colorindo o cenário, pela primeira vez puderam presenciar um desfile de moda.
Observa o estilista: “A manipulação têxtil, realizada no Instituto ITI, continua como grande destaque no nosso trabalho em que eu procuro descobrir a essência e a alma dos tecidos, afinal eles são a nossa segunda pele”.
Assim, Ronaldo recria e ressignifica, certo de que “é um ato de extrema liberdade”. Sarjas (Santanense), denim (Capricórnio Têxtil), resíduos têxteis (G. Vallone) e tule são a base dos vestidos, saias, blusas e casacos. Uns desfiados, outros plissados, muitos bordados…Todos de fino labor. (Dá até vontade de comer).