Problemas no atendimento e questões relacionadas ao encerramento de contas colocaram o Santander Banespa na liderança do ranking das instituições com mais reclamações.

Problemas no atendimento e questões relacionadas ao encerramento de contas colocaram o Santander Banespa na liderança do ranking das instituições com mais reclamações por parte dos clientes em julho. O levantamento do Banco Central mostrou ainda que o número de queixas totalizou 3.140, um crescimento de 52,9% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Entre as instituições com mais de um milhão de correntistas, o conglomerado Santander Banespa registrava em julho 7.644.599 clientes e 308 reclamações, o que resultou em um índice de 4,03, o mais elevado da lista com as 11 maiores instituições do país.

Esse ranking é feito mensalmente pelo BC, que acolhe as queixas dos usuários e checa a veracidade da reclamação. O banco com o maior número de registros por cliente fica em primeiro na lista.

O HSBC apareceu em segundo, com 107 queixas dos seus 2.686.257 correntistas, o que deu ao banco um índice de 3,98. ABN Amro Real (3,73), Nossa Caixa (3,28) e Unibanco (3,19) aparecem em seguida.

Essas 11 instituições foram responsáveis em julho por 3.140 reclamações, contra 2.053 feitas em julho de 2006. O atendimento das instituições foi o que mais levou clientes a procurarem o BC, com 958 queixas consideradas procedentes. Em seguida aparecem problemas com o fornecimento de documentos (764) e falta de prazos ou prazos não cumpridos (466).

Das instituições com menos de um milhão de clientes, o ranking de julho foi o seguinte: GE Capital; BMG, BMC, BGN e Bonsucesso.