A Prefeitura de Curitiba abrirá amanhã as propostas para elaboração do projeto básico do trecho Norte-Sul do trem metropolitano (metrô) da Rede Integrada de Transporte (RIT)

 

 

 


A Prefeitura de Curitiba abrirá amanhã as propostas para elaboração do projeto básico do trecho Norte-Sul do trem metropolitano (metrô) da Rede Integrada de Transporte (RIT). Por meio da licitação, do tipo Técnica e Preço, será selecionada e contratada a empresa de consultoria para prestação de serviços de engenharia. As propostas serão abertas às 15 horas, no auditório do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). "Não há como pensar o futuro de Curitiba sem uma alternativa moderna de transporte, capaz de atender à demanda crescente da cidade", afirma o prefeito Beto Richa.
O valor global limite para elaboração do projeto é de R$ 2,087 milhões. Podem participar empresas nacionais e estrangeiras – com sede no Brasil -, individualmente ou em consórcio. A vencedora terá 220 dias para concluir o projeto.
A análise das propostas para o projeto básico será feita por comissão de licitação formada por técnicos do Ippuc, Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) e secretarias municipais do Meio Ambiente, de Obras Públicas e de Finanças.
Nesta quinta, serão abertas as propostas de habilitação das empresas. As habilitadas terão suas propostas técnicas avaliadas. Nesta fase, será analisada a Capacitação Técnica da Empresa e dos profissionais que irão desenvolver o projeto. A terceira fase da licitação será a análise da Proposta de Preços.
O projeto básico do metrô levantará a viabilidade do que já foi previsto em estudos preliminares de técnicos da Companhia Brasileira de Transporte Urbano (CBTU), do Ippuc e da Urbs. Os estudos preliminares foram iniciados em 2005, levando em conta a necessidade de aumentar a capacidade dos eixos Norte e Sul da RIT, os mais carregados do sistema.