Projeto de inovação e tecnologia

601

No dia 18 de junho, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, esteve em Curitiba e visitou o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). O ministro foi recebido pelo Chefe da Corte paranaense, desembargador José Laurindo de Souza Netto, e por membros da Cúpula Diretiva. O objetivo do encontro foi apresentar ao ministro projetos de inovação e tecnologia desenvolvidos no âmbito da Justiça estadual, como o Ateliê de Inovação. Desenvolvido pela atual gestão, o laboratório de inovação tem como foco detectar problemáticas e apontar soluções para diversas áreas da instituição.

Importância do intercâmbio

Na ocasião, o presidente do TJPR ressaltou a importância do intercâmbio de projetos para aprimorar o Judiciário: “Nossa gestão é pautada no ser humano e nas inovações que ele pode trazer para o serviço público. Junto a isso, a tecnologia aliada a ideias estão nos ajudando a transformar o atendimento ao jurisdicionado, seguindo todas as metas do nosso plano de gestão”.  Foi apresentado ao ministro, ainda, o Museu da Justiça do TJPR, que preserva diversos objetos e documentos históricos do Judiciário paranaense, e o Plenário da Corte estadual, que possui avançada tecnologia de captação de som e imagem para a transmissão das sessões.

Iniciativas paranaenses

O ministro também conheceu a sala do Núcleo de Estatística e Monitoramento da Corregedoria (NEMOC), que possui, entre outras atribuições, a função de coletar e compilar dados estatísticos e aferir a produtividade da Justiça estadual. Entre as iniciativas apresentadas, o Presidente do STJ ressaltou a importância da atuação da Escola Judicial do Paraná (EJUD-PR). “A escola terá o papel fundamental de promover conhecimento, tão necessário para uma magistratura forte e de resultados, que sinta e responda o que a população espera. Investir em conhecimento, tecnologia e inovação é melhorar o serviço prestado ao jurisdicionado”, afirmou o Ministro.

Fotos: TJPR