A produção de alumínio primário do Brasil em julho cresceu 3,7&, de 136.900 toneladas há um ano para 141.900 toneladas.A produção de alumínio primário do Brasil em julho cresceu 3,7&, de 136.900 toneladas há um ano para 141.900 toneladas, afirmou a Associação Brasileira de Alumínio (Abal).

A produção havia totalizado 137.300 toneladas em junho, nos primeiros sete meses de 2007, o Brasil produziu 956.200 toneladas, uma alta de 2,9% em relação ao volume produzido no mesmo período de 2006 (929.100 toneladas).

A Abal afirmou que a produção deve crescer 3,4%, para um recorde de 1,66 milhão de toneladas em 2007.

A produção brasileira de alumínio cresceu 7,1%, para um recorde de 1,60 milhão de toneladas em 2006, contra 1,50 milhão no ano anterior, segundo a Abal.

O Brasil é o sexto maior produtor de alumínio do mundo.