O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, advertiu que o bloqueio dos portos do sul do país pela Rússia poderá impedir a exportação de 75 milhões de toneladas de grãos até o segundo semestre.

Na segunda-feira, Zelenskyy disse à mídia que aproximadamente 22 a 25 milhões de toneladas de grãos já foram impedidas de ser exportadas. Ele sugeriu que esta quantidade poderá aumentar para 75 milhões de toneladas no segundo semestre. Segundo Zelenskyy, a Ucrânia precisa de “um corredor seguro para a passagem de navios”, e seu governo estaria em conversações com o Reino Unido e a Turquia sobre métodos para garantir a exportação.

Em Moscou, o presidente russo Vladimir Putin negou a acusação da Ucrânia de que a Rússia estaria bloqueando as exportações. Na sexta-feira, ele falou sobre a questão à rede estatal de televisão. Putin disse que a Rússia vai garantir a saída sem problemas de embarcações dos portos no Mar de Azov, sob controle russo, e garantir a passagem pacífica de navios para águas internacionais. Putin acrescentou que “o problema do envio de grãos da Ucrânia realmente não existe”.

A Ucrânia é uma importante exportadora de grãos, e a falta de envios devido à invasão da Rússia está aumentando temores sobre escassez global.