Estimativa do setor é superar em 12% a produção do ano passado


A produção avícola do Paraná ultrapassou a marca verificada nos sete primeiros meses de 2006 em 9,81%, projetando 2007 como um novo período de crescimento do segmento. Dados do Sindicato das Indústrias dos Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar) apontam que a produção de janeiro a julho deste ano foi de 1.272.905.642 quilos de frango de corte, contra 1.159.181.470 quilos no mesmo período de 2006. Somente no mês de julho, o Paraná produziu 185.676.578 quilos de frango, produtividade 5% superior ao mês de junho, quando foram produzidas 176.822.276 quilos de carne de frango.
Esse desempenho mantém o Paraná na liderança nacional em produção de frangos, posição obtida desde 2000. De acordo com o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins, estes números projetam encerrar o ano com uma produção 12% superior ao ano passado, quando o Paraná produziu 2 milhões de toneladas de frango de corte. A expectativa é manter a produtividade em constante crescimento durante todo o ano, resultado principalmente dos investimentos das indústrias avícolas do estado, que buscam novos mercados no cenário internacional e o fortalecimento de suas posições no mercado interno. “Temos verificado investimentos promovidos por várias empresas, como Jaguafrangos, Frangobras, Jandelle, Frangos Canção, Unifrango e cooperativas avícolas paranaenses, que apontam para a evolução da produção avícola do estado”, afirma o presidente do Sindiavipar.
Segundo Domingos Martins, essa produção em alta tem foco principalmente no mercado internacional, com o Paraná conquistando novos mercados na Ásia e Oriente Médio, além de ampliar a comercialização em mercados já consolidados como Arábia Saudita, Japão, Hong Kong e Holanda. “Por ser o principal produtor, o Paraná caminha também para a liderança nas exportações brasileiras no setor”, afirma. Hoje, o estado está na segunda colocação no ranking nacional de exportações de frango, atrás de Santa Catarina.