Portugal, o melhor destino da Europa

485
Arquipélago da Madeira: melhor destino insular da Europa

Com 27 prêmios, Portugal foi eleito, no início deste mês, pelo quarto ano consecutivo, o Melhor Destino da Europa na edição 2020 dos World Travel Awards, considerado os “óscares do Turismo”. Os prêmios são baseados na opinião dos profissionais do setor de turismo e o evento, este ano, foi virtual em razão da pandemia da Covid-19.

A cidade do Porto conquistou o título de Melhor Destino City Break da Europa, Lisboa foi distinguida como Melhor Destino Europeu de Cruzeiros; o Algarve volta a ser o Melhor Destino de Praia da Europa; o arquipélago da Madeira é pela sétima vez o “Melhor Destino Insular da Europa”, num total de 27 prémios atribuídos a Portugal nas várias categorias. Entre elas, a companhia aérea TAP, hotéis, centros de entretenimento, empresas de cruzeiros, destinos turísticos e região vinícola.

“É com particular orgulho que recebemos este prémio, neste ano atípico”, afirmou a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques. “É mais uma prova da confiança internacional no nosso destino e um reconhecimento de que os atributos de Portugal permanecem intactos e prontos a ser descobertos por todos quantos nos desejam visitar, sempre respeitando as regras definidas pelas autoridades. Saúde, proteção e confiança são sinónimos inquestionáveis da oferta turística nacional”, acrescentou.

Para a edição mundial destes prémios a votação já terminou e os resultados serão conhecidos a 27 de novembro.

Cidades para pedalar

Bogotá: no ranking das 20 melhores cidades do mundo para se pedalar

Triângulo das Serras, no interior de São Paulo, e o Rio de Janeiro são duas das cidades sul-americanas listadas numa seleção entre as consideradas amigas dos ciclistas, elaborada pelo resort uruguaio Enjoy Punta del Este para orientar seus hóspedes. As demais são Punta del Este, Santiago do Chile, Bogotá e Buenos Aires,

O levantamento considera Triângulo das Serras, na confluência dos municípios de São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão, um lugar com boa malha cicloviária, ideal para turistas que procuram um lugar totalmente calmo, tranquilo e envolto pela natureza para pedalar sem culpa. Ali, além do suporte aos ciclistas, o Botanique Hotel & Spa oferece passeios de montain bike pela região, repleta de trilhas a serem desbravadas.

O Rio de Janeiro permite ao ciclista descobrir ou redescobrir as belezas da cidade sob uma nova perspectiva. Uma boa dica de rota é a ciclovia da praia, incluindo Leblon, Ipanema, Arpoador e Copacabana. Dependendo da hora, e das medidas de flexibilização, dá até pra tomar uma água de coco no rooftop do Pestana Rio Atlântica para curtir a vista, que é de tirar o fôlego.

No ranking do Enjoy, as ruas planas e calmas de Punta del Este são um convite para quem quer experimentar o gostinho de pedalar pela primeira vez fora do Brasil sem muita dificuldade. O balneário oferece orlas deliciosas, repletas de paisagens, e generosos calçadões, onde pedestres e ciclistas convivem em perfeita harmonia. O hábito de pedalar, aliás, é muito forte na região. No Enjoy Punta del Este, maior Resort & Casino da América Latina, há bikes disponíveis para hóspedes sem custo algum.

Perfeita para ser desbravada de bike, Santiago do Chile é considerada por muitos como uma das cidades mais amistosas da América do Sul para a prática do cicloturismo. Suas ruas são planas, há ciclovias por todos os lados e os motoristas chilenos respeitam os ciclistas. Na capital, a dica é interligar os principais parques da cidade, como o Cerro San Cristobal e o Cerro Santa Lucia.

Bogotá é uma cidade única e bastante amigável para os ciclistas. Tanto é, que é a única representante da América Latina no Copenhagenize Index, que é uma espécie de ranking, que traz a cada dois anos as 20 melhores cidades do mundo para se pedalar. Já são incríveis 540 quilômetros de ciclovias e audaciosos planos de expansão. Em tempos de pandemia, inclusive, o modelo de transporte sustentável tem sido uma das apostas do governo para descentralizar o uso do transporte público. Uma vez no destino, não deixe de visitar, de bike, a Plaza Bolívar e o colorido bairro de La Macarena.

A exemplo de outras grandes metrópoles, Buenos Aires também se atualizou para o cicloturismo ao inseri-las gradualmente no seu sistema de transporte. Em pouco mais de três anos, a capital argentina adicionou quase 150 quilômetros de ciclovias em toda a cidade e criou um sistema público de compartilhamento de bikes. Tal possibilidade, aliás, pode ser bem convidativa para os turistas, quem podem desbravar algumas belezas portenhas, como a Casa Rosada ou até mesmo o charmoso bairro de La Boca. Uma boa dica de hospedagem é o Pestana Buenos Aires, que fica no centro, bem pertinho da Avenida 9 de Julio.

Black Week na Deville

De 16 a 30 de novembro, a Hotéis Deville promove a campanha Black Week, que oferece 40% de desconto nas tarifas para hospedagem até 2021 em unidades da rede. A promoção é aberta ao público. O diretor comercial e de marketing da Rede Deville, Cícero Vilela, destaca: “Os descontos são atraentes e o melhor, podem ser usados nos meses de novembro e dezembro de 2020 até o final de 2021. Uma ótima oportunidade para quem está pensando nas merecidas férias com todos os protocolos de segurança, depois de um ano tão difícil”.

Vilela cita os diferenciais da promoção: tarifa com cancelamento flexível até o dia do check-in; duas crianças até 10 anos (12 anos em Salvador) cortesia no mesmo apartamento dos responsáveis e late check-out conforme disponibilidade no dia da hospedagem. As diárias incluem café da manhã e wi-fi. Outra vantagem é o programa Pet Friendly, que permite a acomodação de animais.

Estão participando os hotéis Deville Prime Porto Alegre, Deville Prime Campo Grande, Deville Prime Cuiabá, Deville Prime Salvador, Deville Business Curitiba, Deville Business Maringá, Deville Express Cascavel.

Apoio ao turismo

O Sebrae/PR vai realizar, em parceria com entidades da área, ações específicas para o setor turístico, beneficiando diretamente os pequenos negócios em Curitiba. Parte do Programa Municipal de Retomada Econômica, o projeto contempla a realização de consultorias, além de oferecer atendimentos personalizados e soluções que possam ajudar a desenvolver os produtos regionais de forma segura, digitalizando processos e potencializando resultados do segmento.

“É um projeto amplo, que começou com a aplicação das recomendações do Manual de Conduta Segura para os Serviços Turísticos. Agora, vamos ofertar consultorias e soluções que ajudem a sanar algumas das principais dificuldades neste momento, auxiliando na retomada os pequenos negócios do turismo”, explica a coordenadora estadual de turismo do Sebrae/PR, Patricia Albanez.

O projeto contempla sete setores do turismo prioritariamente, sendo eles: artesãos, guias e agências de turismo, transportadoras turísticas, hospedagem, gastronomia e eventos. Toda a cadeia de produção associada ao turismo poderá contar com esse atendimento. A programação é 100% gratuita e vai oferecer consultorias especializadas para os serviços de alimentação e hospedagem; receptivo; eventos e artesanato, além de capacitações sobre gestão e mercado para retomada dos negócios; inovação tecnologia e transformação digital e conduta segura na prevenção da Covid-19. Temáticas que, segundo a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, são de extrema importância, principalmente, na retomada.