Polícia Científica faz 220 exames de perícias em 20 dias no Litoral

284
Durante todo o período de vigência da Operação Verão Consciente, a Polícia Científica atua com equipes em regime de plantão 24 horas, nos sete dias da semana. Foto: AEN

Nos primeiros 20 dias de atuação no Litoral, dentro da programação do Verão Consciente 2020/2021, a Polícia Científica fez 226 exames de perícias, de acordo com o balanço divulgado pela instituição nesta quarta-feira (13). A região conta com uma unidade de reforço na cidade de Matinhos, que intensificou os trabalhos do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico-Legal (IML) durante este período.

Do dia 21 de dezembro de 2020, quando a Polícia Científica iniciou os reforços das equipes de peritos criminais e médicos-legistas das unidades do Litoral, até 11 de janeiro de 2021, foram feitos 94 exames do IML, 58 do Instituto de Criminalística e 74 exames pela Gerência de Laboratórios Forenses, o que totaliza as 226 perícias.

Para o coordenador do Verão Consciente pela Polícia Científica, perito oficial Márcio Alexandre Tavares, até o momento tudo ocorreu dentro do esperado pela instituição.

“Tivemos tudo dentro da normalidade, nada que escapasse do fluxo normal de demandas de trabalhos para a Polícia Científica. Estamos com uma série de exames equilibrada e reduzida, quando comparamos com as ações do ano passado, devido ao menor número de pessoas circulando pelo Litoral por conta da pandemia. Além disso, nesta temporada, o pessoal tem colaborado e respeitado bastante o nosso trabalho”, explica Tavares.

Dos 226 exames de perícias nestes 20 dias, 73 foram solicitados pelas forças policiais na cidade de Matinhos, 57 em Paranaguá, 51 em Pontal do Paraná, 35 em Guaratuba, nove em Antonina e um em Morretes.

A Polícia Científica do Paraná iniciou sua participação no Verão Consciente 2020/2021, no Litoral, no dia 21 de dezembro de 2020. Entre as frentes de atuação, está o reforço no trabalho de localística, feito pelo Instituto de Criminalística, e os trabalhos de plantão do Instituto Médico-Legal (IML).

Cerca de 50 servidores, entre peritos criminais e auxiliares de perícia, fazem revezamento ao longo da temporada.

LEIA TAMBÉM

https://www.diarioinduscom.com.br/conteudo/editorias/policial/