Logo após uma breve fala de Bolsonaro, citando uma passagem bíblica, foi a vez de sua esposa, Michelle Bolsonaro, discursar. “A reeleição não é por um projeto de poder, como muitos pensam, não é por status, porque é muito difícil estar desse lado. A reeleição é por um projeto de libertação”, disse.

O Partido Liberal (PL) oficializou a candidatura à reeleição do presidente Jair Bolsonaro, neste domingo (24), no Rio de Janeiro. A confirmação ocorreu durante a convenção nacional do partido, no Maracanãzinho. A chapa será formada com o general Braga Netto como candidato a vice-presidência.

Bolsonaro disputará sua segunda eleição ao Planalto. Na primeira, em 2018, foi eleito ao vencer o ex-ministro Fernando Haddad (PT) no segundo turno.

No Brasil, desde que o instrumento da reeleição foi instituído, em 1997, todos os presidentes que concorreram ao segundo mandato foram eleitos.

O candidato é o primeiro presidente que concorre à reeleição com um vice diferente da eleição. Também é o primeiro que forma “chapa pura”, ou seja, tem um vice-presidente que integra o mesmo partido.

Apoiam o atual chefe do executivo cinco partidos da sua base governista. São eles: Republicanos, PP, PSC, PTB e Patriota. Além disso, terá palanques estaduais de partidos como MDB, PSD e PSDB.