Pintura em panos de prato completa orçamento doméstico.


Manter as contas dentro do orçamento é um desafio enfrentado pela maioria das pessoas e famílias brasileiras. Podemos dizer que equilibrar os gastos mensais é como fazer ginástica, exige muita força de vontade, disciplina e determinação.  Imagine essa situação dentro do seguinte perfil, renda mensal de dois salário mínimo, aliado à descoberta de um diagnóstico positivo para o câncer. Além do desgaste emocional e psicológico estas pessoas precisam ainda manter o equilíbrio das finanças pessoais que agora incluem gastos com remédios, exames e todo o tratamento da doença. Essa é a realidade de pessoas como ELI DA SILVA RIBEIRO, 46 anos, atendente de panificadora e MARIA ROSA LOMBARDI DE SOUZA, 54 anos, balconista. Ambas se depararam com o diagnóstico positivo para o câncer de mama.  Após a difícil notícia veio a dura realidade, lutar pela vida, enfrentar a doença e as dificuldades de renda, depressão e solidão. A ajuda para superar estes desafios foi encontrada junto ao Nacep – Núcleo de Apoio as Pessoas com Câncer do Paraná – instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que funciona em Curitiba e apóia pessoas carentes, com renda de até dois salários mínimo por família. Eli recebia renda mensal de R$ 400,00 quando trabalhava. Após diagnosticar o câncer parou de trabalhar e agora conta com R$ 350,00 do auxilio doença da previdência social. Já Maria Rosa, não tem renda fixa, é balconista autônoma. Para se manter ela participa das oficinas semanais de pinturas do Nacep.  Através das aulas, Maria aprendeu não só a pintar panos de prato, mas também começou a desenhar e pintar tapetes. Hoje o artesanato rende entre R$ 100,00 e R$ 230,00 mensais, dinheiro destinado a pagar gastos com INSS e plano de saúde.  “Exemplos como esses mostram que complementar a renda de famílias carentes pode acontecer quando se incentiva a criatividade, se estimula à dedicação e a força interior de cada um”, comenta Cleonice Veiga, diretora do Nacep. “Há três anos desenvolvemos esse trabalho social junto aos quase 150 atendimentos no Núcleo. Além das aulas de pintura, que contribuem para o incremento da renda, as pessoas com câncer também encontram serviços de terapia em grupo, acompanhamento alimentar pela nutricionista, serviço social, doação de remédios via acompanhamento farmaceutico, cestas básicas, fraldas e leites especiais” finaliza Cleonice. 

SERVIÇO:

Interessados podem recorrer ao Nacep – Núcleo de atendimento a pessoa com câncer- pelo site: www.nacep.org.br