Paris vê Amazônia pelo estilo e arte de Curitiba

259

Mateus Nudelmann, brasileiro selecionado entre os novos talentos para participar da Paris Fashion Week (PFW), é de Curitiba e apresentou uma coleção de oito vestidos inspirada na cultura indígena, na fauna e na flora amazônica. O desfile aconteceu no início deste mês, no Salon Marceau.

Com 25 anos, o curitibano foi um dos dez estilistas selecionados para desfilar na glamorosa semana de moda pela Flying Solo NYC – programa que dá espaço para marcas autorais e lança novos talentos do design independente para todo o mundo.   O programa recebeu inscrições de profissionais de 26 países.

As estampas dos vestidos são da artista plástica Simone Campos, musa inspiradora do estilista. “Sempre tive uma relação próxima com minha mãe, a nossa ligação artística é muito forte, tanto que atuamos juntos, ela é responsável pela estamparia exclusiva dos meus vestidos”, orgulha-se Mateus, que fez pós-graduação no Instituto Francês de Moda, em Paris, após diplomar-se em Design de Moda pela Universidade Positivo.

Cores, texturas, bordados e estampas ilustram a brasilidade da coleção. E a Amazônia, assim, saiu direto da política para a passarela. Abalou Paris.

 “Fiquei muito feliz em representar também a moda autoral e, certamente, pelo grande passo que dou na carreira”, festeja o talento promissor.

Seu projeto agora é aumentar a coleção, totalizando 25 vestidos, para um desfile no Memorial da Cidade, no Largo da Ordem. Ainda não há data agendada. Mas já tem uma segunda coleção engatlhada e “ inspirada em Curitiba”.