Para o deputado André Vargas, o Paraná continua prestigiado, pois terá 4 das 6 escolas técnicas previstas já em 2008.

O Ministério da Educação anunciou hoje, 31/08, o calendário da segunda fase de expansão das escolas técnicas federais em todo o país. Das seis anunciadas para o Paraná até 2010 por meio do Plano de Expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, quatro serão construídas já em 2008. São elas: Telêmaco Borba, Umuarama, Paranaguá e Paranavaí.

A previsão inicial era de 50 escolas para o próximo ano, mas o governo anunciou hoje 70 para o próximo ano, outras 50 em 2009 e 30 em 2010. Até 2010, serão 150 novas escolas técnicas em todo o país e seis no Paraná. O Ministério da Educação vai investir R$ 750 milhões na construção de escolas, até 2010.

Segundo o MEC, para que este anúncio isso ocorresse, os municípios apresentaram contrapartidas ao MEC, que exigiu apenas a doação do terreno. A partir daí, especialistas em diversas áreas analisaram as propostas e criaram um ranking por estado para definir o cronograma de implantação. Quanto maior e mais qualificadas as contrapartidas, mais rapidamente o município vai receber a nova unidade.

Para o deputado federal André Vargas, que tem acompanhado de perto e defendido a instalação das escolas técnicas, a medida anunciada hoje é muito importante. “O investimento na educação profissional é uma ação estratégica do Governo Lula para que cada uma das regiões se desenvolva e tenha mão de obra especializada, além de ser parte do plano para redução da violência, uma vez que gera milhares de novas oportunidades para os nossos jovens, fixando-o na sua região”, diz.

Em relação às cidades anunciadas, Vargas ressaltou que as considera de extrema importância para as suas regiões e que os critérios utilizados para a definição da ordem de implantação foram técnicos, mas que acompanhará de perto o cronograma das demais e fará o possível para que elas sejam implantadas o mais breve possível.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, considera a criação das 150 escolas até 2010 uma das ações estratégicas mais importantes do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). “Vamos construir pelo menos um instituto federal de educação, ciência e tecnologia por estado. Uma das missões é fortalecer a educação pública no País, sobretudo no que diz respeito ao ensino médio”, afirmou. “Sem o apoio da rede federal, o ensino médio não vai se estruturar adequadamente”, disse Haddad.. Ao final de 2010, haverá 500 mil vagas e 354 escolas técnicas no Brasil.