O presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), fez um apelo nesta quarta-feira pela pacificação do processo eleitoral, reafirmou sua confiança na segurança do sistema de votação e garantiu que o candidato que sair vitorioso nas urnas eletrônicas na disputa pelo Palácio do Planalto será empossado no dia 1º de janeiro de 2023.

Pacheco fez menção especial a candidatos e autoridades do país, pedindo que trabalhem pela “contenção de ânimos”. Aproveitou, no pronunciamento no plenário do Senado, para reiterar que as eleições asseguram a legitimidade do poder político, a ser reconhecida assim que proclamado o resultado das urnas.

“Faço um apelo a todos os cidadãos, a todos os segmentos da sociedade e a todas as autoridades públicas no sentido da pacificação de ânimos”, disse Pacheco, que também é presidente do Senado.

“Tenho plena confiança no processo eleitoral brasileiro, na Justiça Eleitoral e nas urnas eletrônicas”, afirmou, acrescentando que as urnas são motivo de “orgulho nacional” por promoverem “transparência, confiabilidade e velocidade na apuração do resultado das eleições”.

Fonte: Reuters