O levantamento preliminar tomando como base o preço do milho, principal ingrediente utilizado na ração administrada às aves, aponta que em maio o produtor de ovos experimentou nova retração mensal no custo de produção, atingindo o menor patamar de 2022.

E embora tenha sofrido queda de 3,9% no preço de comercialização da caixa de ovos, superou pelo segundo mês consecutivo, o valor estimado para o custo de produção. O acompanhamento realizado pelo Ovosite aponta que os produtores conviveram com preços onerosos por  21 meses consecutivos.

O valor de comercialização ao produtor em maio atingiu R$130,35, enquanto o custo de produção alcançou R$120,66, equivalendo a ganho de 8%. De toda forma, nos primeiros cinco meses, a perda do produtor de ovos alcança 4,5%.

Por ora, os preços recebidos na comercialização da caixa de ovos brancos e o dispendido na aquisição de milho, indicam que o produtor de ovos seguirá com pequena margem positiva em junho.

Fonte: Ovosite