Oficina de Super 8 abre inscrições

339

O CURTA 8 – Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba, que este ano chega a sua 16ª edição consecutiva, está com as inscrições abertas para a sua oficina Tomada Única. Nela, além de tomarem conhecimento das técnicas de filmagem e da operação dos equipamentos dessa bitola, os participantes receberão um cartucho de película e uma filmadora. Depois disso, terão duas semanas e meia para produzir seus filmes, que devem ser totalmente captados e montados na câmera, para serem exibidos na mostra competitiva do Festival.

Este ano, em função da pandemia da Covid-19, a data de realização ainda não está definida, uma vez que as exibições cinematográficas com público, não estão liberadas. A organização tem como período provável a segunda quinzena de novembro, dependendo do coronavírus estar controlado. Já a Oficina de Tomada Única acontecerá no próximo  dia 25 de julho. Mas, pela primeira vez, será ministrada à distância, por transmissão via internet. Mesmo depois da oficina, os participantes ainda contarão com a consultoria virtual de Pedro Merege.

As inscrições para a Oficina Tomada Única, que são gratuitas, estão abertas até o dia 17 de julho, exclusivamente pelo site www.curta8.com.br. Ao longo dos últimos anos, a oficina do Festival já produziu mais de 160 filmes em super 8. Vários deles participaram de festivais internacionais de cinema, e muitos foram inclusive premiados.

A oficina segue a proposta de captação em tomada única, a exemplo de eventos de super 8 que vêm conquistando o público em países como França, Espanha, Suíça e Alemanha. Nesses festivais, são exibidos apenas filmes montados diretamente na câmera. Ao realizador é permitido utilizar qualquer efeito de manipulação fotográfica durante a exposição para criar as transições nos cortes. Contudo, é proibida qualquer edição posterior nas imagens captadas, o que exige planejamento prévio e conhecimento básico de fotografia de cinema.

O resultado é sempre uma surpresa, tanto para o público como para os produtores, que assistirão aos filmes pela primeira vez somente durante o festival. A sonorização também fica a critério dos próprios realizadores, que podem optar pela execução de um CD com a trilha sonora, ou realizar performances, dublagens, e até mesmo executar o som ao vivo a partir de instrumentos tocados durante a exibição do filme.

CURTA 8

Criado em 2005 por Leandro Schip (de saudosa memória), o Festival cresceu rapidamente impulsionado pela paixão que ainda permanece pelo filme analógico. Ao longo dos anos o Curta 8 conseguiu parcerias fora do país, até se consolidar como evento mundial do gênero em 2008. Atualmente é uma das maiores iniciativas de super 8 já realizadas no Brasil, um dos poucos festivais dedicados ao exclusivamente ao culto desta bitola nas Américas, sendo o mais longevo realizado ininterruptamente no mundo.

 

O Curta 8 tem a coordenação geral de Antonio Carlos Domingues, curadoria de Fábio Allon, produção de Adriano Esturilho, direção de projeção de Lucas Vega e oficina conduzida por Pedro Merege.

O festival é uma realização da PERFIL comunicação e cultura e da Processo MultiArtes, que este ano tem patrocínio da Uninter, via Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba, contando ainda com os apoios da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Anote: Inscrições gratuitas pelo site www.curta8.com.br até 17 de julho de 2020.