O tempo é curto

296

A desistência de Ney Leprevost de disputar a prefeitura de Curitiba ampliou as chances de Rafael Greca se reeleger no primeiro turno. É o que assegura o Instituto Paraná Pesquisa, que demonstra que uma parcela dos votos que seria de Leprevost migram para Greca. O restante se divide entre Fernando Francischini, Gustavo Fruet e mais uma penca graúda de candidatos de todas as extrações.

Assim caminha a humanidade nesta Curitiba que verá uma campanha curtíssima e basicamente nos debates nas redes sociais. É pouso tempo, dizem os analistas estacionados no Centro Cívico, para mudar radicalmente a posição atual, de favoritismo absoluto de Greca.

Francischini está mais bem estruturado e com uma política de alianças mais efetiva para enfrentar o desafio. Sua luta será para levar o pleito para o segundo turno e então tentar reunir em torno de seu nome todas as oposições. Hoje, ele conta com o apoio dos tucanos e de partidos menores. Vai à luta e aposta suas fichas numa queda da popularidade do prefeito.

G7 agradece

O G7, grupo que reúne as entidades do setor produtivo paranaense, agradece publicamente ao presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), deputado Ademar Traiano, ao líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri, ao 1º Secretário da ALEP, deputado Luiz Claudio Romanelli, e a todos os demais deputados estaduais, pelo empenho e bom senso ao retirarem de pauta a votação do projeto de reajuste de emolumentos cartoriais.

Cem prefeituras

O deputado Luiz Claudio Romanelli, vice-presidente estadual do PSB, afirmou que o partido poderá disputar as eleições de novembro em 100 prefeituras no Paraná. Romanelli defende que os deputados Aliel Machado, Luciano Ducci e Tiago Amaral confirmem as candidaturas a prefeito nas cidades de Ponta Grossa, Curitiba e Londrina, respectivamente.

Culpa do Beto

Gustavo Fruet, cacique do PDT nativo, antecipa as justificativas para a provável derrota na disputa de Curitiba. Não assume o fracasso de sua administração e culpa o ex-governador Beto Richa, que cometido vários “boicotes” à sua gestão.

Mulher na vice

Eduardo Paes oficializou sua candidatura a prefeito do rio (ele já foi prefeito) e procura uma mulher para a vice. Nilcemar Nogueira é a mais cotada. Neta de Cartola e Dona Zica tem entrada na cena cultural e também em áreas mais pobres da cidade.

Convidado

O senador Ciro Nogueira convidou Bolsonaro a voltar às fileiras do PP. Ele até gosta da ideia, mas o problema é Eduardo e Carlos Bolsonaro, que não abrem mão de criar a Aliança pelo Brasil.

Contra e a favor

A bancada evangélica, à frente Marco Feliciano, faz pressão pela federalização das investigações contra a deputada Flordelis de Souza, pastora, acusada pela polícia do Rio de tramar a morte do marido Anderson do Carmo. Lembra 2013, quando o pastor Marcos Pereira da Silva foi condenado por estupro a partir de inquérito conduzido pela polícia do Rio. No paralelo, a “bancada da Bíblia” já se movimenta para barrar qualquer processo de cassação da deputada na Comissão de Ética da Câmara.

“No meu, não”

Quem espera grandes mudanças na reforma administrativa, ficará frustrado. Mudanças acontecerão apenas para quem ainda não entrou no serviço público, a ser contratado sob regime, sem estabilidade, submetido a avaliações periódicas, com metas e inserido no mesmo regime de aposentadora do setor privado. Difícil mesmo será acabar com regalias e penduricalhos, direitos que multiplicam os salários dos que assessoram as excelências dos Três Poderes.

Nas nuvens

A American Airlines tem oferecido a clientes da categoria Platinum no Brasil a prorrogação gratuita de milhas até dezembro. De olho, sobretudo em 2021, a campanha tenta impulsionar sua operação no país, devastada pela pandemia e pela proibição da entrada de brasileiros nos Estados Unidos.

Mão única

Já há tratativas diplomática para que Bolsonaro e Donald Trump mantenham contato telefônico nos próximos dias. É um indício de que Bolsonaro poderá prorrogar por mais 90 dias o prazo para o etanol norte-americano entrar no Brasil livre de tarifa. O problema é a contrapartida reivindicada pela indústria sucroalcooleira nacional: a decisão da Casa Branca de reduzir as taxas para o açúcar brasileiro é proporcional a seu empenho em trabalhar pelo ingresso do Brasil na OCDE.

Dobro

A propagação da Covid-19 na Índia preocupa pelo ritmo acelerado da pandemia no país, aparentemente sem controle. A média dos casos diários aumenta todos os dias, foi de 52 mil para 75 mil em agosto e ultrapassará o Brasil no total de casos nos próximos dias. Com 1,38 bilhão de habitantes, a Índia deve bater todos os recordes da pandemia e se a proporção da infeção observada nos maiores países se repetir, o país pode superar 26 milhões de casos. É o dobro do total mundial.

Pacote

Assessores da futura ex-deputada Flordelis tentam manter os cargos junto ao suplente do suplente. É que o substituto imediato, Pedro Augusto, investigado na Furna da Onça, não deve esquentar a cadeira.

Obstinada

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, que já ganhou o apelido de “Jardim do Éden” para políticos com reputação duvidosa, continua obstinada na missão de neutralizar condenações e até mesmo investigações.

Sem sentido

O TSE proibiu lives e variantes musicais, tanto quanto showmícios são ilegais. Cada vez mais perde sentido tanto dinheiro (2 bilhões) de fundão eleitoral para bancar campanhas.

Bem pagas

A revista Forbes divulgou sua tradicional lista das celebridades mais bem pagas do mundo. Em primeiro lugar ficou Kylie Jenner que recebeu US$ 590 milhões o ano passado. Este valor é um mais de três vezes do segundo lugar, Kanye West que recebeu US$170 milhões. Completando o pódio está o tenista Roger Federer (US$ 106,3 milhões). O jogador brasileiro Neymar Jr. aparece na sétima colocação com um recebimento de US$ 95,5 milhões.

Pano verde

A Frente Parlamentar pela Legalização dos Jogos encaminhou a Paulo Guedes  estudo (mais um) sobre o impacto positivo da regularização dos casinos e bingo sobre a arrecadação fiscal. A novidade é que a bancada do jogo tenta vincular a legalização das apostas à reforma tributária. Uma das ideias seria a concessão de benefícios fiscais a grupos hoteleiros que investissem em cassinos. Aí, Paulo Guedes já é contra.

Terra redonda

Aproveitando o equinócio de primavera (que acontece no próximo dia 12, às 10h31min pelo horário de Brasília), a Associação Brasileira de Planetários vai promover um grande encontro gratuito pela plataforma Zoom. A partir de meia hora antes do fenômeno, planetaristas de diversas regiões do país vão falar, entre outras coisas, sobre o movimento da Terra, as estações do ano e as constelações. O equinócio é um fenômeno astronômico que marca o início da primavera e do outono – quando a luz solar incide da mesma forma sobre os dois hemisférios.

Rombo

Segundo cálculos da CNM – Confederação Nacional dos Municípios, as prefeituras como um todo podem terminar o ano com perdas de R$ 70 bilhões em receitas, contabilizando a redução na arrecadação própria e nas transferências recebidas. Despesas crescem o dobro das receitas do 1º semestre e as capitais gastam 12,3% a mais com a saúde.

Menor média

O Brasil tem dado sinais de vitória na batalha contra o covid-19. A redução de 15% nos novos casos e a experiência adquirida por profissionais na saúde no tratamento da doença foram fundamentais para a queda de óbitos, que despencou 22,5% nos últimos 30 dias. Nesse período, segundo Worldometer,  a média dos óbitos no Brasil caiu de 1.066 para 827 e atingiu o menor patamar desde o dia 20 de maio. A média das novas infecções também seguem tendência de queda e os casos ativos caíram de 818,5 mil para 693,6 mil – 15,3% em 30 dias.

Olho na Índia

No domingo a Índia, que segue tendência de alta nos casos, ultrapassou o Brasil. Devido à enorme população deve ultrapassar os Estados Unidos até 2021. O caso da Índia assusta o mundo, se a taxa de contágio igualar a do Brasil e Estados Unidos, haverá mais casos na Índia do que em todo resto do planeta.

Em campo

Enquanto Rodrigo Maia, presidente da Câmara, não se mexe em termo de alianças para sua reeleição na Casa (tudo depende do STF), Davi Alcolumbre, alia-se ao MDB, quer ter maior bancada do Senado. O MDB deve abrir mão da disputa, oficialmente, para dar suporte à candidatura do senador do Amapá à sua reeleição. A aliança é o primeiro passo de Alcolumbre na busca de 60 votos, meta estipulada por auxiliares para a garantia de mais um mandato.

Pesadelo

Quem conhece Davi Alcolumbre ou aprendeu a conhecê-lo agora na presidência do Senado, garante que ele tem pesadelos, quase todas as noites, porque não quer voltar ao baixo clero.

Sem licitação

Entre 2018 e 2019, o governo federal gastou R$ 439 milhões para adquirir bens e serviços que custavam R$ 155 milhões. A despesa refere-se à compra de itens de baixo valor, que podem ser feitas sem a necessidade de licitação. O relatório é da Controladora Geral da União que atesta a inviabilidade econômica dos atuais processos de compra e sugere a ampliação do uso de cartões corporativos nesses casos.

Frases

“O nosso general Mourão vice-presidente e coordenador do Conselho Nacional da Amazônia Legal não vai ser morto pelos índios como o general George Custer.”

Paulo Guedes no seminário virtual promovido pelo Credit Suisse.