O melhor para o Brasil

283

Ao contrário do que pensam o presidente Bolsonaro, sua trupe e os olavopatas, A vitória de Biden contra Truman pode ser muito vantajosa para o Brasil. Relatórios de bancos e consultorias disparados nos últimos dois dias apontam que a vitória do candidato democrata é mais vantajosa para o Brasil porque os países emergentes vão passar a ser uma oportunidade atraente de investimento no cenário de aprovação de um novo pacote de estímulo, o que deve ampliar o apetite dos investidores e diminuir a tensão comercial.

A maior gestora do mundo, BlackRock, recomendou nesta semana aplicações nas bolsas de países emergentes porque devem crescer acima da média mundial, com essa perspectiva. A gestora é responsável pela administração de US$ 2,6 trilhões em ativos, mais do que o PIB da África. Para o banco americano Goldman Sachs, a presidência de Biden provavelmente fará uso de uma abordagem mais multilateral ao comércio global.

Como país emergente, o Brasil pode se beneficiar, mas corre o risco de o fôlego ser de curto prazo se governo brasileiro não afastar o risco fiscal e as propostas de reforma não ganharem tração no Congresso, apontam os especialistas.

Apetite por risco

Lucas Aragão, sócio da Arko, uma das maiores empresas de análise política do País, relata que nas últimas 48 horas foram divulgados diversos relatórios – como o da BlackRock e do banco de investimentos suíço UBS – apontando que os países emergentes saem beneficiados, sobretudo, pela aprovação de um pacote de estímulo que injetaria mais recursos no mercado, o que acabaria estimulando apetite por risco. “Com liquidez, as pessoas começam a olhar ativos não tradicionais. O Brasil é um ativo não tradicional”, diz.

Reaquecimento

            João Arruda (MDB) anunciou nesta que vai reduzir a carga tributária e disponibilizar crédito para acelerar a retomada econômica de Curitiba. “Precisamos inserir novos modelos de parceria, de inserção de trabalho em cada negócio da cidade para que tenha um bom resultado”, afirmou. Para João Arruda, crédito facilitado ajuda a gerar emprego e renda, reaquecendo a economia dos bairros ao mesmo tempo que melhora a arrecadação da prefeitura.

            No trecho

            O candidato a prefeito de Curitiba, Goura (PDT), percorre as dez regionais da cidade em um dia. É parte do esforço final antes da eleição. O circuito poderá foi feito de bicicleta, a pé, de ônibus, de táxi e carro de aplicativo, mostrando os desafios da multimodalidade na capital. No decorrer do trajeto, Goura fez transmissões ao vivo pelas suas redes sociais.

            Cascavel de Paranhos

Pesquisa aponta a reeleição do prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) no primeiro turno no próximo 15 de novembro em Cascavel. Paranhos tem 69% dos votos válidos, seguido de Márcio Pacheco (PT), com 13%; Evandro Roman (Patriota), 8%; Paulo Porto (PT), 4%; Inês de Paula (PP) e Carlos Moraes (Avante), 2%; Juarez Berté (DEM) e Major Arsênio (PRTB), 1%. Nos votos válidos são eliminados os percentuais de brancos, nulos e indecisos.

Contra homofobia

ONGs voltadas à defesa da identidade de gênero, como a Associação Nacional dos Travestis e Transexuais (Antra) e o Grupo Gay da Bahia, estão cobrando do ministro da Justiça, André Mendonça, que o governo apresente ao Congresso um pacote anti-homofobia, com leis e penas mais rigorosas para crimes dessa natureza. No ano passado, a causa LGBT teve uma vitória com o STF equiparando atos homofóbicos a crimes de racismo.

Efeito simbólico

Até que parlamentares venham a aprovar uma legislação específica, a medida tem mais efeito simbólico do que prático. Os ativistas querem punições mais duras contra atos de homofobia (hoje, a pena da discriminação é de três a cinco anos de detenção) por acharem que eles são a “porta de entrada” para violência física e até assassinato.

Gosto duvidoso

Os ativistas sabem com quem estão lidando. O próprio presidente Bolsonaro, vira e mexe, solta piadas de gosto duvidoso de cunho homofóbico. Mais: o Planalto é contra a decisão proferida pelo STF e em outubro a AGU pediu esclarecimento ao Supremo se a criminalização da homofobia atinge a liberdade religiosa. Os ativistas acham que é uma manobra do governo para cercar áreas de escape para que os atos, quando enquadrados como “liberdade religiosa” sejam criminalizados. Agora ONGs preparam uma campanha para dar visibilidade às estatísticas a respeito de homicídios de transgêneros. A Antra informa que entre janeiro e agosto deste ano 129 pessoas foram assassinadas no Brasil.

Negros

Esse volume de homicídios significa um aumento de 70% em relação a igual período de 2019. Em oito meses, o país já bateu o total de assassinatos de transexuais registrado no ano passado (124). O Brasil lidera o ranking mundial de homicídios de trans e travestis no mundo. A brutalidade é ainda maior quando a homofobia se junta ao racismo. Mais de 80% dos transgêneros mortos são negros.

Reforma

Até líderes governistas que não integram o centrão admitem ser preciso ajustar o ministério ao novo desenho da base parlamentar do governo. Há dúvidas se Bolsonaro vai adotar o “presidencialismo de coalização” como todos seus antecessores. Mas, a reforma já começa a ser pensada para ser executada em janeiro. Quem fica: ministros da Casa Civil, Agricultura, Economia, Infraestrutura, Defesa, GSI, Relações Exteriores e outros poucos. As demais pastas serão negociadas com o pessoal do centrão.

Projetos

Há 23 projetos para ajudar no combate à pandemia, já aprovados pela Câmara, mas que ainda aguardam análise do Senado para virar lei. E há outros 62 que já viraram lei, metade deles propostos pelo governo.

Vigilância

As eleições e a contagem de cédulas nos Estados Unidos estão tendo grande efetivo de fiscais para evitar abusos. Só o Comitê Nacional Republicano tem 50 mil funcionários e voluntários para checar aplicação de regras e apuração dos votos espalhados por todo território norte-americano.

Lá e cá

Enquanto os americanos contavam seus votos, o Ministério Público informava que Flávio Bolsonaro finalmente foi denunciado na verdadeira novela da “rachadinha”. Acusado de embolsar dinheiro público (agora, com testemunha)o senador passou o feriado em Fernando de Noronha, com passagens pagas pelo Senado.

Precaução

A Guarda Nacional dos Estados Unidos foi acionada em 16 dos 50 estados norte-americanos. Estão distribuídas mais de 3,6 mil tropas em todo país para garantir a lei e a ordem, depois das eleições.

Sem simpatia

Augusto Aras até deve aceitar o pedido de prorrogação da Operação Greenfield, prevista para terminar em dezembro. Só que não está disposto a ceder mais procuradores como também solicitou o comando da força-tarefa. À propósito, Aras não tem a menor simpatia por forças-tarefas.

Mudanças

A dupla Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre já apostam suas fichas em eventual permissão do Supremo para se reelegerem. A PEC da reeleição se inviabilizou e só restou a interferência do Judiciário.

Como combater

O mundo foi surpreendido pelo coronavírus e, sem saber como lidar com vários sintomas, viu a média diária de mortes disparar até 7.027, cerca de 10% da média de 70 mil casos. A proliferação da doença e o aumento da testagem levaram a média a subir 564%, superando 500 mil casos diários. Mas a experiência adquirida por profissionais de saúde no combate à pandemia e busca incansável por novos tratamentos reduziram a mortalidade a 1,32% enquanto a vacina não chega. Segundo o Worldometer, a taxa de recuperados em abril chegou a 77,5% e só subiu desde então, atingindo agora o limite de 96,56% nesta semana.

Vencendo

No Brasil, a maior média de casos foi de 46.263 e óbitos de 1.097, ambas no fim de julho. Atualmente, caíram para 20.379 e 360, respectivamente. A média móvel de mortes segue a tendência de baixa no Brasil e caiu para 360, segundo dados do Worldometer. É a primeira vez que fica abaixo de 400 e é a menor média em mais de seis meses.

Operação-tartaruga

Grandes exportadores brasileiros têm cobrado do ministro Paulo Guedes que o Ministério da Economia entre em campo para solucionar a lentidão do governo argentino a expedição de guias de importação de produtos brasileiros. Em alguns casos, o procedimento levava menos de uma semana; agora, estica até um mês. O governo de Alberto Fernández estaria conduzindo uma espécie de operação-tartaruga na autorização das importações para frear a escassez de dólar no país.

Cabeça

Paulo Guedes é o maior entusiasta no governo da proposta de eliminar a meta de proteção de 100% das terras indígenas no país. Guedes prega que o Estado gasta muito dinheiro para cumprir uma obrigação inexequível. Para o ministro, “essa história de matar índios e queimar florestas é um exagero”.

Propaganda

O governador da Bahia, Rui Costa, agendou a assinatura do contrato de construção da ponte Salvador-Itaparica para o próximo dia 12, a três dias das eleições municipais. Uma das convidadas será a candidata do PT à prefeitura de Salvador, major Denice Santiago. Haja ponte: Denice patina nas pesquisas com 13% e léguas do candidato do DEM e de ACM Neto, Bruno Reis, com 61%.

Rebaixado

Depois de Jair Bolsonaro, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, é o principal interlocutor do governo com o senador Márcio Bittar, relator da proposta orçamentária para 2021. Paulo Guedes tem que se conformar com a terceira colocação nesse ranking.

Frases

“Tenho um projeto de fé para 2022: produzir a cinebiografia de Jair Bolsonaro.”

Edir Macedo