Mulheres são maioria em cursos de capacitação à distância

416

O acesso mais fácil a cursos de capacitação e a disponibilidade maior de bolsas levaram a um aumento no número de brasileiros dedicados ao estudo remoto, mas principalmente entre as mulheres. O formato já era preferência entre elas antes mesmo da pandemia. De acordo com o CensoEAD.BR, da Associação Brasileira de Educação à Distância (ABED), as mulheres representam 55,7% do público de cursos online, contra 44,30% de homens. E no projeto Trilha Digital, que promoveu ao longo de três meses palestras gratuitas de capacitação, o cenário não foi diferente.

Com 14 cursos online, o projeto, conduzido pelo Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), em parceria com a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP), atingiu mais de 10.500 pessoas, sendo que, em algumas palestras, a porcentagem de mulheres chegou a 66%, principalmente com idades entre 45 e 54 anos. Ao todo, foram emitidos 569 certificados de conclusão.

Para o gestor de Ação e Responsabilidade Social do ICI, Ozires de Oliveira, esse percentual alto tem relação com a busca das mulheres pela conquista de novos postos de trabalho e posições de liderança. “Historicamente, as mulheres enfrentam uma série de preconceitos e desigualdades no mercado de trabalho. Por isso, quando surgem oportunidades como o Trilha Digital, elas tendem a valorizar mais a chance de aumentar sua capacitação”, conta.

O projeto contou com conteúdos na área de comunicação artificial humanizada, preparação para entrevista de emprego online, voluntariado como desenvolvimento profissional e outros pontos para deixar as relações de trabalho mais eficientes e saudáveis. Todas as palestras estão disponíveis no Facebook da ADFP e em playlist no canal ICI Curitiba no YouTube.

Desemprego atinge mais as mulheres

As mulheres têm mais dificuldade de reorganizar o esquema doméstico para voltarem ao trabalho

Em função da pandemia e do isolamento social, 897,2 mil trabalhadores perderam o emprego de março a setembro de 2020, sendo 588,5 mil mulheres, ou seja, 65,6% dos demitidos, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), publicado pelo governo federal. De acordo com o economista José Pio Martins, reitor da Universidade Positivo, uma das razões para que as mulheres tenham sido mais atingidas é que elas são maioria nas atividades mais prejudicadas pela crise, como o setor de serviços. Porém, segundo ele, o que mais preocupa não é só que as mulheres estão saindo mais do mercado de trabalho, mas também demonstram maior dificuldade em retornar ao emprego formal. Na visão do economista, as mulheres têm mais dificuldade de reorganizar o esquema doméstico para voltarem ao trabalho, sobretudo as que têm filhos e estão sem a opção de deixá-los na escola, ainda fechada.  Mas, por outro lado,  o desemprego estimula empreendedorismo.  O Brasil caminha a passos largos para registrar um número recorde de empreendedores: apenas de janeiro a setembro, a quantidade de microempreendedores individuais (MEIs) no País cresceu 14,8%, quando comparado com o mesmo período do ano anterior, chegando a 10,9 milhões de registros.

Beatriz Oliveira no Marketing da Deezer

(crédito da foto Roncca)

Beatriz Oliveira: atuação em grandes empresas de tecnologia, apoiando o time de vendas em geração de negócios

A Deezer acaba de anunciar a contratação de três executivas que prometem fortalecer a marca, a presença e penetração da plataforma de streaming no Brasil. A empresa apresenta Beatriz Oliveira como diretora de Marketing, Gabriela Soutello como gerente de Social Media, e Marina Pappone como gerente de Contas. Com essa tríade de peso para o time do Brasil, fecha-se o ciclo de reestruturação do time base local e dá-se início ao período de planejamento estratégico para 2021. Beatriz Oliveira, que passou boa parte da infância no mar, a bordo de um veleiro, em Paraty, chega para liderar o time de Marketing e Estratégia de Negócios. Em sua carreira, trabalhou em grandes empresas de tecnologia, apoiando o time de vendas em geração de negócios por meio de ações de marketing. “O mar e o vento me ensinaram muitas coisas que me ajudaram na vida profissional. Muito importante você adaptar o seu barco ao que o vento manda, saber sobreviver e fazer mais com menos”, conta. A Deezer conecta 16 milhões de fãs de música ativos mensalmente de todo o mundo com mais de 56 milhões de faixas. Disponível em 180 países em todo o mundo, a Deezer dá acesso imediato ao mais diverso catálogo de streaming de música em qualquer dispositivo.

Bater foto não se resume a apertar um botão

As irmãs Quenia Moltocaro e Alline Moltocaro, agora empreendedoras: uma  parceria de vida

As irmãs Quenia  e Alline Moltocaro, decidiram juntar não só um sonho que ambas tinham, mas também uma parceria de vida. A QA Sisters é uma empresa de fotografia que está no mercado a mais de 10 anos, que traz a pessoas que desejam uma bela memória, a felicidade de poder reviver momentos. Segundo Quenia Mara, sócia proprietária da QA sisters, “Cada segundo conta na hora de se fotografar um momento. É importante saber aproveitar cada um deles para um resultado fantástico.” Já Alline Moltocaro afirma que “não é só aparelho que faz a fotografia. Fizemos uma viagem de inverno e tiramos fotos só com o celular. O resultado foi maravilhoso! Ninguém acreditava que são fotos de celular.”  Saiba mais em http://www.qasisters.com.br/ ou em @qasisters (Instagram) e QA Sisters Fotografia (Facebook)

 Amcham completa 20 anos em Curitiba

A entidade  é considerada a maior associação multissetorial do Paraná

Apesar do ano atípico de 2020, a Amcham Curitiba (Câmara Americana de Comércio) tem um motivo para comemorar. A entidade, que tem como objetivo estimular a conexão entre empresários de todo o Paraná, além de promover debates sobre o mundo corporativo entre seus associados, completa 20 anos em dezembro. ‘‘Temos orgulho de fazer parte da história de centenas de companhias paranaenses e de ajudar a criar um ambiente favorável de negócios e promover a conexão comercial entre o Paraná e os Estados Unidos’’, afirma a coordenadora regional da Amcham Curitiba, Isabella Francesquini Slompo. Atualmente, a Amcham Curitiba conta com mais de 330 empresas associadas, com destaque para os segmentos de serviços, indústria, tecnologia e construbusiness. Considerada a maior associação multissetorial do Paraná, está estrategicamente localizada em meio a um polo industrial e a importantes centros de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, na Rua João Marchesini, 139, no bairro Prado Velho.

Pagamento automático em pedágios

Segundo a gerente de Produtos de Emissão do Sicredi, Solange Parisoto A partir de agora, associados  da  instituição  no Brasil inteiro poderão aproveitar mais um benefício proporcionado pela instituição financeira por meio de suas soluções de pagamento. Trata-se da Tag de Passagem do Sicredi, serviço para utilização em cancelas automáticas, como as de pedágios rodoviários e, em breve, em estacionamentos também, sem a necessidade de parar e realizar o pagamento manualmente. “Estamos sempre buscando evoluir em nossas soluções eletrônicas de pagamento para proporcionar mais conveniência ao associado. Nesse sentido, nos mantemos atentos às tendências e oportunidades de conexão com empresas que possamos desenvolver parcerias. A Tag de passagem é um exemplo disso e traduz um pouco do que é a visão de futuro do Sicredi, com as soluções digitais a serviço das pessoas, cada vez mais opções e formas de pagamentos e, por consequência, mais benefícios aos nossos associados”, afirma Solange Parisoto.