O empreendedor italiano Anacleto Angelini, um dos homens mais ricos da América Latina e o mais rico do Chile.

Com uma fortuna estimada em US$ 6 bilhões, morreu hoje na capital do país aos 93 anos de idade, informou a Rádio Bio Bio de Santiago. 

Segundo a agência Ansa, Angelini nasceu em Ferrara, noroeste da Itália, no dia 17 de janeiro de 1914 e havia construído na segunda metade do século passado um verdadeiro império econômico.

A fortuna de Angelini foi baseada na holding de empresas Copec, que desenvolve atividades como a distribuição de combustíveis e participações na indústria de extração vegetal, pesqueira e de mineração.