Misci viaja na boleia de caminhão

234

O Brasil, de diversas maneiras, esteve muito presente na edição Nº 51 da São Paulo Fashion Week online. E, de forma bem original, comparece a Misci, com a coleção Boleia, inspirada no desejo de aventuras. A lembrar: refugiado em casa, por motivos de precaução pela vida, o brasileiro sonha viajar para uma realidade melhor do que a que está por aí. Nessa viagem, o estilista Airton Martin leva de carona uma crítica ao “governo que não valoriza sua indústria criativa”.

Sexy no design, sustentável na concepção e brasileira por definição, as peças, masculinas e femininas, surgem em cortes retos, listras feitas de frases bem-humoradas (por exemplo, “Existo porque insisto”) e base, de algodão orgânico da Paraíba e de seda do Paraná, com texturas de jacquard. Criado em um núcleo familiar feminino, o designer faz questão de destacar um detalhe: o bolso na frente de um top como “resgate de memória afetiva ao lembrar das nossas mães e avós, que guardavam o dinheiro no sutiã”.

Mato-grossense de Sinop, terra que perde sua floresta para a soja, Airton Martin apresenta também uma sandália feita com Therpol, termoplástico à base de borracha natural, e de tom natural do látex da seringueira com pó de serra das madeiras de reflorestamento.

O filme da coleção, que pode ser visto no site da SPFW, se passa em São Paulo, embaixo da ponte estaiada na marginal Pinheiros. O cenário simboliza a chegada à cidade grande, destino de quem busca um sonho.

Joias brilham na SPFW com a Esfér

O primeiro desfile solo de joias na SPFW coube à Esfér, marca recém-criada pelos designers João Viegas e Aldo Miranda, que apresentam a inédita coleção em um filme estrelado com a marca mineira Coven, especialista no trabalho com tricô. Talvez justamente por ser online, foi possível ao evento de moda paulistano dar visibilidade para o acessório.

As peças, remetendo ao nome da joelharia, são esféricas, fragmentando-se em aros, elos, cápsulas, engrenagens e origamis. De outro e prata, trazem contornos minimalistas. De design atemporal, anéis, brincos, colares, pulseiras e ear cuffs, enfim, visam integrar de forma permanente no catálogo da Esfér. Além disso, João Viegas e Aldo Miranda desenham peças que não se limitam a definições de gênero.

O filme da marca, que se pode ver no site da SPFW, com direção de arte de Victor Borges, tem performance de dança conduzida por Loïc Koutana, espetáculo circense com roda cyr e tecido acrobático, além de um robô que contracena com a modelo Bruna Di. Segundo os designers, que já contemplam Pablo Bittar com suas criações, a ideia toda é demonstrar que as joias da Esfér “retratam a personalidade forte de quem as usa”.

Luxo em Cannes

Atriz e embaixadora da Bvlgari, Ester Expòsito compareceu ao Festival de Cannes usando brincos em platina com 16 esmeraldas almofadadas, 30 esmeraldas polidas, 14 diamantes redondos e pavê de diamantes. E dois anéis, um em platina com uma esmeralda, dois diamantes cortados em degrau e pavê de diamantes, combinando com o anel Serpenti Seduttori, ícone da joalheria, em ouro branco e esmeraldas.