Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

O ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, pediu ao Tribunal Superior Eleitoral acesso a um código-fonte das urnas eletrônicas. A solicitação foi feita na segunda-feira, 1º, por meio de ofício classificado como “urgentíssimo”.

“Solicito a Vossa Excelência a disponibilização dos códigos-fontes dos sistemas eleitorais, mais especificamente do Sistema de Apuração (SA), do Sistema de Votação (VOTA), do Sistema de Logs de aplicações SA e VOTA e do Sistema de Totalização (SisTot), que serão utilizados no processo eleitoral de 2022”, diz trecho do documento.

Nogueira aponta ainda o dia 12 de agosto como prazo para ter o pedido atendido. Em outubro de 2021 o TSE já havia disponibilizado o código fonte das urnas para checagem.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro havia dito que o ministro Luís Roberto Barroso interferiu contra a adoção do voto imprenso no Brasil. “Barroso é um criminoso. Depois vai para os EUA e mente. Barroso, você é um mentiroso”, disse Bolsonaro.

Com assessoria