META DE INFLAÇÃO

400

18.10.2021

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que o banco mira o cumprimento das metas de inflação para 2022, mesmo com as metas de 2021 estando muito longe da inflação de mercado. Campos Neto afirmou que a autoridade monetária tem “condições extraordinárias” de atingir esse objetivo. “Quanto estou confiante que a inflação é temporária? É perfeitamente possível fazer o trabalho, a não ser que venha outro choque.” O presidente do BC disse que a autoridade monetária acredita que a inflação acumulada em 12 meses atingiu seu pico em setembro. Nos 12 meses acumulados até setembro, o IPCA ficou em 10,25%.

COMPRA NA EUROPA

A Votorantim Cimentos anunciou a compra da Cementos Balboa, na Espanha. A cimenteira espanhola tem uma capacidade instalada de produção de 1,6 milhão de tonelada de cimento por ano. A cimenteira brasileira informa que a compra da Balboa é o maior investimento feito pela companhia na Espanha desde que entrou no país, em 2012. A empresa, no entanto, não revelou o valor pago pela Cementos Balboa.

MAIS BEM PAGOS

A Revista Forbes, conhecida por suas listas de mais ricos, resolveu averiguar o mundo do basquete americano e produziu a relação dos dez jogadores mais bem pagos da NBA, a liga americana de basquete. A lista leva em conta os salários nas equipes mais a renda com investimentos e publicidade.  LeBron James, dos Los Angeles Lakers, é o jogador de basquete americano mais bem pago. Aos 36 anos, ele fatura algo em torno de US$ 111,2 milhões (ou R$ 606 milhões) ao ano.

A LISTA

Veja a relação dos dez jogadores da NBA mais bem pagos, segundo a Forbes. Os 10 mais bem pagos: 1) LeBron James – US$ 111,2 milhões; 2) Stephen Curry – US$ 92,8 milhões; 3) Kevin Durant – US$ 87,9 milhões; 4) Giannis Antetokounmpo – US$ 80,3 milhões; 5) Russell Westbrook – US$ 74,2 milhões; 6) James Harden – US$ 62,3 milhões; 7) Damian Lillard – US$ 56,3 milhões; 8) Klay Thompson – US$ 54 milhões; 9) Paul George – US$ 47,8 milhões e 10) Jimmy Butler – US$ 47 milhões.

VOLKSWAGEN

A falta de peças continua complicando o funcionamento de diversos setores da economia. Entre as montadoras de veículos, o maior problema é a falta de chips. A indisponibilidade dos semicondutores vai resultar na suspensão do contrato de trabalho de 1.500 funcionários da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP). A fábrica ficará com apenas um turno de produção.

ENTREGADORES

Os entregadores de aplicativos em São Paulo e no Rio de Janeiro, que atuam para James, IFood, Rappi e Uber Eats estão paralisando as entregas em diversas cidades dos dois estados. Eles reivindicam o aumento da taxa mínima de R$ 5,00 para R$ 10,00 e o fim dos bloqueios aos entregadores nos aplicativos, sem direito de resposta.

OS LOCAIS

O movimento batizado, nas redes sociais, de #BrequeDosApps teve início no feriado de 12 de outubro em cidades como Jundiaí, Paulínia, Rio Claro e São Carlos, no interior de São Paulo, e também em Maceió. Na sexta-feira, entregadores de cidades como Atibaia e Bauru (SP), Niterói e São Gonçalo (RJ) aderiram à paralisação, segundo informações do perfil “Treta no Trampo”, no Twitter.

POSIÇÃO DOS APPS

A Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec), que representa empresas como iFood, 99, 99 Food, Uber, Uber Eats, Zé Delivery, diz que as associadas “estão abertas ao diálogo e trabalham para ajudar os motoristas e entregadores parceiros na geração de renda, investindo em tecnologia e suporte para aprimorar a experiência de todos nas plataformas. Nesse sentido, estão atentas à realidade dos diversos perfis de entregadores parceiros e reafirmam seu compromisso em dialogar de forma transparente e colaborativa”.

ASSAÍ

O Assaí formalizou a compra de 71 lojas dos supermercados Extra por R$ 4 bilhões. Estimativas apontam que o Assaí espera faturar R$ 100 bilhões em vendas brutas até 2024. A ideia é brigar de frente com o atacadão, do grupo Carrefour. O Assaí esperava abrir 78 novas lojas de agora até 2023, mas com a compra das unidades do Extra, este número terá de ser revisto.

RETOMADA/VOOS

As companhias aéreas brasileiras vão, aos poucos, retomando o volume de voos regulares no país. O avanço da vacinação faz a oferta de voos crescerem e a procura por viagens, também. Nos primeiros 15 dias de setembro, a malha aérea doméstica do país representou 74,6% do que era no início de março de 2020, antes do impacto da pandemia. É o quinto mês consecutivo de crescimento, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) compilados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

EXPORTAÇÃO/AGRO

Os bons números das exportações de soja e de carnes fizeram do mês passado o melhor setembro da história em exportações, segundo dados do Ministério da Agricultura. A receita nos embarques foi de US$ 10,1 bilhões, que é 21% superior a setembro de 2020. O volume de embarques caiu 5,1%, mas a receita aumentou por conta do reajuste dos preços dos produtos no mercado internacional. O aumento dos preços no mercado internacional chegou a 27,6%.

SOJA E CARNE

O complexo soja respondeu por quase um terço da receita com as exportações o mês passado. O país embarcou 50% mais soja do que em setembro de 2020, totalizando US$ 3,19 bilhões. Já as exportações das carnes bovina, suína e de frango também bateram o recorde na série histórica: o Brasil nunca havia exportado mais de US$ 2 bilhões em um mês de setembro. Neste ano, as vendas ao exterior foram de US$ 2,21 bilhões, um aumento de 62,3% em relação a setembro de 2020.

TAG

A Sem Parar foi a primeira empresa no Brasil a instalar tags nos carros para passar por pedágios e catracas de estacionamentos com pagamento posterior. Ela cobra mensalidades pelo serviço, que começam a partir de R$ 20,00. Mas agora surgem novas empresas no setor que estão oferecendo os tags gratuitamente, como a ConectCar, Veloe e Greenpass. O Brasil tem hoje 46 milhões de veículos e apenas 8 milhões contam com os tags, ou seja, ainda há 80% da frota nacional a ser explorada pelas empresas de tags.

SEM MUDAR

A Sem Parar está a mais de 15 anos no mercado e considera a concorrência natural, mas diz que não vai mudar sua forma de atuar, mas busca oferecer novos serviços aos seus clientes, como uso nas lanchonetes do Habib’s e McDonald’s, além de abastecimento de combustíveis em postos credenciados com cashback aos clientes. A disputa tem tudo para ser bem acirrada.

TERCEIRA VIA

O banqueiro Roberto Setúbal, copresidente do Itaú Unibanco, deu entrevista do jornal O Estado de São Paulo, é mais um que defende o surgimento de um terceiro candidato com chances de impedir que o país tenha que escolher entre Lula e Jair Bolsonaro para a disputa da presidência da República no próximo ano.

PARTICIPAÇÃO SOCIAL

Setúbal defende a participação da sociedade no processo: “É importante a sociedade civil se manifestar. Mostrar sua preocupação, a importância de se ter um ambiente político mais estável, menos extremado. É o início de uma conscientização de que precisamos fazer mudanças no País. Acho que talvez seja o início de um processo político mais amplo”, disse ele.

O TERCEIRO

Disse Roberto Setúbal sobre o candidato para ser o contraponto a Lula e Bolsonaro. “Eu também gostaria que nós tivéssemos uma terceira via bem mais forte, com reais chances de ganhar a eleição. Acho que os últimos governos, alguns candidatos que estão aí, já tiveram a sua chance e não fizeram a renda per capita brasileira crescer, não fizeram as reformas necessárias. Gostaria de ver um candidato com mais intenções reformistas, mais agenda de crescimento econômico, acho que seria importante para sairmos dessa inércia em que nos encontramos. O mundo anda, e nós estamos ficando para trás”, comentou o banqueiro.

MAIS AMEAÇAS

Os caminhoneiros vêm ensaiando uma greve geral há tempos. Neste ano já foram duas tentativas, sem sucesso. Pois eis que surge a proposta da terceira tentativa de paralisar o transporte rodoviário de cargas a partir do dia 1º de novembro. Em contato com a frente parlamentar do tema, a categoria diz que espera mais uns dias para ver se o presidente Jair Bolsonaro vai cumprir alguma das promessas feitas a eles. As duas principais reivindicações são o preço mínimo do frete e redução do preço do diesel.

IMAGEM DESCOLADA

O setor dos caminhoneiros, junto a deputados da frente parlamentar, quer se descolar da imagem daqueles que pararam estradas em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contrárias ao STF (Supremo Tribunal Federal) nos atos de raiz golpista de 7 de setembro.

VIA MEDIDA PROVISÓRIA

Como a Reforma Tributária está parada no Congresso, o governo federal estuda alterar a faixa de isenção do Imposto de Renda dos atuais R$ 1.903,98 para R$ 2.500,00 via medida provisória. Mesmo com perda de arrecadação, a medida é vista como positiva, pois acontece no início da corrida eleitoral para 2022. Atualmente, 10,7 milhões de brasileiros são isentos de pagar o IR, com a nova medida este número subiria para 16,3 milhões.