Ao final do terceiro trimestre o volume transacionado atingirá R$ 128,5 bilhões, um crescimento de 20,2% em relação aos primeiros nove meses de 2006.

O mercado brasileiro de cartões de crédito deverá registrar ao final de setembro faturamento de R$ 15 bilhões. A cifra é 19,8% maior que a registrada em setembro de 2006, de acordo com os dados dos Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento, realizado mensalmente pela Itaucard. Este montante será resultado de 199 milhões de transações a um valor médio de R$ 76,00.  Quanto ao total de cartões, setembro deverá fechar com 89 milhões de plásticos emitidos, 1 milhão a mais do que em agosto. Em relação a setembro de 2006, porém, quando o número de cartões somou 76 milhões de unidades, o avanço é de 18,5%.  No acumulado do anoJá considerando as projeções para o mês de setembro, o setor deverá encerrar os nove primeiros meses de 2007 com um faturamento de R$ 128,5 bilhões e reforçar a projeção de crescimento de 20% para a indústria este ano.O ambiente para o mercado de cartões de crédito continua positivo e deverá seguir assim nos próximos períodos. “A estimativa de um crescimento de 20% para este ano sobre uma base alta registrada nos anos de 2005 e 2006 está em linha com as nossas projeções e confirma o bom desempenho do mercado. Entre os fatores que garantem o vigor da indústria estão a migração de outros meios de pagamento para o cartão, a popularização dos plásticos nas diferentes classes sociais, permitindo principalmente à baixa renda maior acesso ao consumo, além das vantagens oferecidas pelo setor como o parcelamento sem juros”, afirma Fernando Chacon, diretor de Marketing de Cartões do Itaú.  Resultados consolidados de agosto Em agosto, o faturamento da indústria brasileira de cartões de crédito foi de R$ 15,4 bilhões, com incremento de 20,9% sobre o mesmo mês de 2006. Resultado de um total de 201 milhões de operações realizadas por portadores de cartões de crédito, com uma compra média de R$ 77 no mês. Em agosto, circulavam no Brasil 88 milhões de cartões de crédito.