A rede Livrarias Curitiba abre primeira loja fora da região Sul que será instalada no Shopping Aricanduva, o maior da América Latina localizada na zona Leste da cidade de São Paulo

A rede Livrarias Curitiba entra no Sudeste. A décima quarta loja do grupo é a primeira fora da região Sul e será instalada no Shopping Aricanduva, o maior da América Latina e que fica na zona Leste da cidade de São Paulo. A previsão de abertura é para o fim de outubro deste ano. Entre a compra e a reforma do ponto estão sendo investidos R$ 3,5 milhões.
Com 560 metros quadrados, a loja deve gerar 25 empregos efetivos e outros 50 indiretos. O acervo será composto por 40 mil livros, 5 mil CDs, 5 mil DVDs, material de papelaria, informática e presentes.
O espaço terá área infantil, local para eventos e vai participar de todo o projeto cultural do grupo – que engloba as Semanas Culturais, Clube da Descoberta, Hora do Conto, Sessões de Autógrafos, Exposições, Lançamentos de Livros, Pocket-Shows, Clube de Conversação de Idiomas, Palestras e os Ciclos de Música, Cinema e Literatura. Para ter idéia do volume de atrações que acontecem, só na capital paranaense foram realizados 196 eventos em 2005. Em 2006 foram mais 242 atividades.
Para oferecer mais comodidade aos clientes, haverá venda de ingressos para shows, palestras e outros espetáculos artísticos da cidade. “Com essas atividades de cultura, lazer, entretenimento e serviços, esperamos um público de 50 mil pessoas ao mês”, conta Marcos Pedri, diretor comercial.
O plano de entrar no Sudeste faz parte do planejamento estratégico da rede Livrarias Curitiba.“ O mercado paulista representa cerca de 50% de todas as vendas de livros do país. Agora que concretizamos esse objetivo, vamos começar pela capital”, explica a diretora de marketing, Leoni Pedri.
Outra novidade da rede é a contratação de um superintendente para gerir os negócios. O escolhido foi Celso Luís Kukiela, 48 anos. Com larga experiência na indústria e no varejo, o executivo já atuou em diferentes segmentos e coordenou projetos nas multinacionais Volvo, Hypercom e nos grupos Autoplan e Unicoba.