A rede Cinépolis anuncia que no sábado,  25 de junho, todas as unidades da rede exibirão Lightyear em sessões adaptadas às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e outras síndromes, transtornos ou doenças que acarretem hipersensibilidade sensorial em geral.

Para tornar a experiência agradável, durante toda a sessão, o longa será exibido com o volume de som reduzido, 50% das luzes permanecerão acesas e será permitido entrar e sair da sala a qualquer momento.

Da Disney e da Pixar, o filme apresenta a história da origem de Buzz Lightyear, que acompanha o lendário Ranger do Espaço, depois deste ser abandonado num planeta hostil a 4,2 milhões de anos-luz da Terra, juntamente com o seu comandante e a sua tripulação.

Marcos Mion é o responsável por dar vida ao Buzz Lightyear no Brasil. Além do ator e apresentador, a versão dublada nacional tem com nomes, como: Adriana Pissardini, Andre Sauer, Carlos Campanille, César Marchetti, Dláigelles Silva, Flora Paulista, Francisco Junior, Glauco Marques, entre outros.

O filme é dirigido por Angus MacLane (“Procurando Dory”) e tem a trilha sonora do premiado compositor Michael Giacchino (“Up – Altas Aventuras”).

O longa será exibido em todos os complexos da Cinépolis e os ingressos já podem ser adquiridos nas respectivas bilheterias, ATMs ou por meio do site. Confira a programação mensal das exibições inclusivas no site da Cinépolis.