Celia Pompeia, Marcia Manfrin e Heloisa Garrett no debate sobre liderança feminina. Crédito da foto: Rubens Nemitz

O  Lide Mulher recebeu, no início do abril,  na Casa Lide,  dois nomes importantes do empresariado feminino no cenário brasileiro: Celia Pompeia, vice-presidente do Grupo Doria e Publisher da Robb Report  e Márcia Manfrin, Presidente da Apetit e da ACIL – Associação Comercial e Industrial de Londrina.
O talk, apresentado pela head do Lide Mulher no Paraná, Mira Graçano e mediado por Heloisa Garrett, presidente do Lide Paraná, tratou o tema liderança feminina, onde importantes assuntos relacionados à temática foram levantados.
Em sua explanação, além de contar sobre sua trajetória inspiradora, Márcia falou sobre a importância de cada um cuidar do seu próprio desenvolvimento profissional.
“Cuidar de pessoas é gerar oportunidades de crescimento para elas. Mas, cabe a cada um, individualmente, aproveitar da melhor forma essas oportunidades”, explicou Manfrin.
Márcia também falou sobre a importância da escuta ativa: “a melhor forma de ensinar é perguntando. Mas, quando você pergunta precisa estar disposto a ouvir a resposta que o outro tem a dar”.
Celia Pompeia, por sua vez, relatou como foi que se tornou o braço direito de João Doria, hoje governador do Estado de São Paulo, e pré-candidato à Presidência da República. Na sua fala, destacou a importância da lealdade e do respeito às pessoas que te acompanham profissionalmente.
Para Heloisa Garrett, debates como esse são importantes para que as lideranças, não só as femininas, sejam cada vez mais empáticas. O talk contou com a presença de cerca de 50 filiadas do Lide Mulher, voltada ao empreendedorismo feminino.

CAFÉ EM PAUTA, COM  AMANDA ALBUQUERQUE

Barista curitibana Amanda Albuquerque: “processo criterioso de preparo até chegar à mesa do consumidor final”. Foto de Thayna Viero

Uma das bebidas mais consumidas no mundo, depois da água, foi tema de um bate-papo em Curitiba, em alusão ao Dia Mundial do Café comemorado no último dia 14 de abril. Conduzida pela renomada barista curitibana Amanda Albuquerque, a iniciativa aconteceu na Multiloja Avenida(Av. Comendador Franco, 5200 – Uberaba), em parceria com a Oster. Os convidados puderam conhecer diversas receitas com café, dicas de harmonização e muitas curiosidades sobre o grão que é paixão nacional.

O café, segundo a barista, está relacionado à qualidade de vida e ao bem-estar, além de ser revitalizante. Existem diversas classificações para o café, que iniciam em tradicional, passam pelas categorias especial e premium e podem finalizar no mais alto grau de qualidade, conhecido como “café de especialidade”.

E explica a barista:   “Os cafés de especialidade passam por um processo criterioso de preparo até chegar à mesa do consumidor final. O café de especialidade se refere  ao que é classificado com 80 pontos ou mais em uma escala de 100 da Metodologia SCA de Avaliação Sensorial. Ele apresenta uma qualidade superior, desde a origem do grão até a xícara”.

Para o gerente regional da Multiloja Avenida, Cleverson Lima, o encontro teve como objetivo transmitir informação, entretenimento e mostrar os diferenciais da loja, que possui um conceito inovador.

ARTISTA VISUAL ANA SERAFIN E A “DANÇA CÓSMICA”

Artista Ana Serafin na mostra “Oxigênio” em realização  no Museu Municipal de Arte

A artista visual Ana Serafin atualmente está expondo na mostra “Oxigênio” realizada no Museu Municipal de Arte (Av. República Argentina, 3430, Portão). E ela explicou: “oito artistas  se combinaram em torno de dois átomos de oxigênio que unidos formam o O² e depois de muitas inspirações e expirações cada artista com a mente e corpo “oxigenados” foi desenvolvendo sua poética em gestos gráficos, fotográficos e pictóricos”.

E sobre sua arte  Ana Serafin comenta:  “em meu  percurso pelo universo da pintura abstrata faço nascer na superfície da tela massas de cor que dançam num ir e vir de interações como numa interminável dança cósmica”.

DETERMINAÇÃO DE SANDRA MORTARI, DE 60 ANOS

Sandra Mortari: “Não cabe mais a mulher ter seus negócios e projetos desacreditados”. Foto: Nathália Mortari

Determinação é a palavra-chave da empreendedora e COO da LET’s Delivery, Sandra Mortari, empreendedora de 60 anos que é responsável pela gestão comercial, posicionamento no mercado da startup que inovou ao criar o software de gestão de delivery do mercado, que unifica todos os Apps e pedidos em uma única ferramenta.

Sandra diz acreditar que a mulher, diante da circulação mais restrita, precisa bater em muito mais portas quando se propõe empreender. E se diz realizada ao fazer parte de um movimento que prospecta mudança de atitude e de comportamento. “Não cabe mais a mulher ter seus negócios e projetos desacreditados”, diz.

Na visão de Sandra, a mulher precisa provar a sua eficiência em toda a sua jornada, que é multitarefa. Porém, a polivalência a leva a um platô construído pelo desenvolvimento profissional e pessoal. “O conjunto, composto por experiências e conhecimento, nos dá um olhar sagaz para entender o negócio”.

A LET’s Delivery está no mercado pautando-se pela diversidade na contratação e pessoas com um olhar atento na geração de oportunidades às mulheres, aos negros, comunidade LGBTQIA+. “O importante é o talento. Nosso objetivo está focado no ser humano e o que poderemos construir juntos”, reforça a executiva.