Polícia Civil chegou até o adolescente após ele criar um perfil falso em uma rede social

Um adolescente de 16 anos foi apreendido em Santo Inácio (a 90 quilômetros de Maringá), no noroeste do Paraná, após ser flagrado com centenas de conteúdos sobre massacres, atentados, pornografia infantil e materiais que fazem apologia ao nazismo e racismo. A Polícia Civil chegou até o jovem na quinta-feira (30), após receber denúncias de ameaças de morte a estudantes de um colégio vindas do rapaz.

De acordo com o delegado Alysson Tinoco, responsável pelo caso, até ter acesso ao celular do adolescente, os policiais ainda acreditavam se tratar de uma brincadeira de mal gosto. No entanto, ao analisar os conteúdos, o delegado se assustou.

“A gente viu uma quantidade muito grande de prints relacionados com pedofilia, com maus-tratos a animais. Esse rapaz tinha vídeos maltratando gatos, uma coisa repugnante de se ver, além de vídeos enaltecendo o nazismo. Ele me xingou de ‘preto’, de ‘macaco’”, relatou. A Polícia Civil chegou até o adolescente após ele criar um perfil falso em uma rede social, na terça-feira, 28.

Com informações dos Portais Banda B e GMC Online