Inverno pede botas até para não bater perna

578

Mesmo com a recomendação de isolamento social, diante a pandemia da covid-19, as botas, apropriadas companheiras de inverno na rua ou em recintos fechados, chegam às vitrines das lojas que já abrem as portas. Mas como o tempo dentro dos shoppings está reduzido, para se agilizar, a consultora de imagem e estilo Karen Furtado, parceira da Piccadilly, ensina o melhor modelo de acordo com cada estilo e biótipo.

’Para mulheres mais altas, botas de cano longo ou over de knee com saltos mais baixos são ótimas opções, pois os comprimentos seguem as mesmas proporções de suas estaturas, o que traz equilíbrio ao visual’’, explica Karen Furtado. Já para as baixinhas, a melhor opção são as botinhas de cano curto e com salto alto, de preferência ankle boots de modelos neutros, sem muitos detalhes como amarrações e estampas.

Em caso de mulheres com pernas mais finas, “botas de cano longo, slouch ou que seguem o estilo western cabem perfeitamente para este biotipo, pois são mais larguinhas e distribuem o peso do visual’’. Para as pernas mais grossas, a indicação são botas de cano curto, ou então aquelas compostas por materiais de maior espessura, como o caso do modelo montaria. ‘’Neste caso, para alongar a silhueta, saltos altos são bem-vindos’’, acrescenta.

Sobre truques de estilo, Karen  indica combinações com roupas longas para as botinhas. ”Vestidos longos com estampas e fundos de tecidos escuros e que foram usados no verão, podem e devem ser aproveitados também no outono/inverno. Para usar, aposte em cintos que marquem a cintura e acrescente uma jaqueta de couro, não tem como errar”.

Às que optarem por botas de cano longo, a consultora explica: ”Muitas camadas de roupas com botas deste estilo podem encurtar nossa estatura e também transmitir a sensação de uma grande mistura. O ideal é deixar partes do corpo, em pequenas faixas, à mostra”. Assim, para usar o calçado com uma saia midi, dê preferência as com fenda, permitindo que a bota e uma parte do corpo apareçam. Para usar com saias curtas, coloque casacos com estrutura, que tenham o comprimento próximo ou rente ao comprimento da saia; e para usar com calças, uma ótima dica é usar as peças em tons semelhantes ao da bota”.

A coleção completa pode ser conferida no site www.piccadilly.com.br.

Pantufas ecosexy

A Insecta Shoes, marca brasileira de sapatos e acessórios veganos, lança uma pantufa “namoradeira”, ecosexy, para ficar em casa e ideal para o inverno. A nova linha Mimoide é feita com tecido de garrafa PET reciclada e as estampas são exclusivas.

As pantufas são unissex do número 33 ao 46 e estão por 139 reais- frete grátis nas compras acima de 149 reais para todas as capitais do Brasil.  Para demais regiões acima de 249 reais.

Lingerie da atriz

Denise Dias, atriz, empresária e modelo de sua própria grife, exibe sua coleção de lingerie, que surge após o lançamento dos biquínis. As peças da coleção Secret Denise Dias, diz ela, “são verdadeiras jóias, com muita feminilidade e que fazem as mulheres se sentirem poderosas. Eu me inspirei no poder feminino da sedução sem me esquecer que também precisam ser peças confortáveis. Os modelo vão desde um super fio dental até uma peça para dar conforto na hora do treino”.

 

Melissa/Next

A vencedora do Melissa/Next, certame de design de sandálias, foi a cearense Carla Colares, graduada pela Universidade Federal do Ceará e pela Universidade do Minho, em Portugal.  A eleição popular (400 mil votos) foi concluída em 13 de maio. Ela venceu com o modelo Geometric Rupture, caracterizado por planos, ângulos retos e sinuosos. E disse que entre as inspirações está a escultura The London Mastaba, do artista Christo, que veio a falecer no dia 31 de maio, em NY, aos 84 anos.