Os executivos da Intel Corporation afirmaram que a implementação pendente de WiMAX.


a inovação em andamento de sua popular tecnologia de processador Intel® Centrino® Duo para notebooks e o surgimento de uma nova categoria de dispositivos para conexão à Internet fomentarão uma nova era de computação com conexão de banda larga sem fio a partir do próximo ano. Sob o lema da computação mais eficiente no consumo de energia, mais rápida e com dispositivos menores, os consumidores preferirão cada vez mais essa combinação de tecnologias para utilizar a Internet como entretenimento, negócios e na personalização de conteúdos pesados para viagens.

"A Intel é, sem dúvida, a líder do mercado de notebooks atualmente, fornecendo aos consumidores o que eles desejam em termos de desempenho, duração de bateria e uma experiência online completa", declarou David (Dadi) Perlmutter, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo de Mobilidade da Intel. "Os usuários móveis possuem um apetite insaciável e desejam mais mobilidade e conectividade, bem como toda a experiência da Internet em seus dispositivos, que ficam menores a cada dia. A Intel suprirá esses desejos ao oferecer nossos mais recentes processadores de 45nm e a tecnologia WiMAX nos notebooks, bem como nos Dispositivos Móveis Para a Internet (MIDs) em 2008, e também com a utilização dessas tecnologias para levar a computação de baixo custo e a experiência da Internet para as comunidades e economias emergentes de todo o mundo".

Perlmutter debateu como a Intel continua a fornecer processadores móveis avançados baseados na inovadora tecnologia de silício High-K metal gate (Hi-k) que oferece eficiência no consumo de energia para uma maior duração da bateria, fundamental para os usuários móveis. Ele demonstrou o que os usuários podem esperar em termos de desempenho e de duração da bateria quando a próxima geração da tecnologia de processador Centrino Duo for atualizada com o processador móvel de núcleo duplo, Hi-k de 45nm da Intel, codinome Penryn. Perlmutter também demonstrou a melhoria gráfica para os notebooks baseados na tecnologia Centrino Duo atualizada, ao revelar as tecnologias gráficas avançadas utilizadas para melhorar a experiência visual, especialmente com aplicações baseadas no DirectX 10.

Com o lançamento previsto para o final de 2008, a tecnologia de processador Montevina, também baseada no Penryn, será utilizada em todos os tipos de notebooks, desde os menores até os de grande porte. Também está incluído no Montevina o suporte para HD-DVD*/Blu-ray* para a próxima geração de funções de gerenciamento de dados e segurança para o mercado empresarial. Montevina será a primeira tecnologia de processador Centrino da Intel a oferecer a opção das tecnologias wireless Wi-Fi e WiMAX integradas, para um melhor acesso à banda larga sem fio.

WiMAX móvel oferece velocidades multi-megabits, maior taxa de transferência e um maior alcance, se comparada a outras alternativas de banda larga sem fio, o que é crucial já que os consumidores cada vez mais querem acessar conteúdos gerados pelos usuários, vídeos de alta definição, músicas, fotos e outros arquivos pesados durante as viagens. Perlmutter demonstrou as capacidades de WiMAX móvel utilizando-se de três veículos que passeavam pelo meio do auditório durante o Intel Developer Forum, incluindo um carro de golfe da Segway e uma scooter.

Perlmutter também delineou como a utilização das novas tecnologias desenvolvidas para o baixo consumo de energia ajudará a derrubar as barreiras de preços, oferecendo soluções de baixo custo.

Todo o Poder da Internet – No Seu Bolso

Anand Chandrasekher, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo de Ultra Mobilidade da Intel, descreveu a evolução da Internet Pessoal Móvel, delineou os planos de produtos de silício da Intel que oferecerão reduções radicais de consumo de energia e de tamanho dos pacotes e revelou ainda os inúmeros participantes líderes da indústria que estão trabalhando com a Intel para criar as categorias MID e UMPC (PCs Ultra Móveis).

"Os usuários móveis desejam levar toda a experiência da Internet para todos os lugares, a qualquer hora – ou seja, esses usuários querem que toda a Internet esteja disponível sem fios e que caiba em seus bolsos", declarou Chandrasekher. "No primeiro semestre de 2008, a Intel dará um grande passo para oferecer o que esses usuários desejam, com a nossa primeira plataforma projetada desde o zero para MIDs e UMPCs – codinome Menlow, que oferecerá uma redução de até 10 vezes no consumo, se comparada aos primeiros UMPCs disponíveis no mercado. Depois do Menlow, a nossa próxima geração de plataforma – codinome Moorestown – aumentará a duração da bateria ao reduzir o consumo em estado inativo em 10 vezes, se comparada ao Menlow".

A plataforma Menlow está baseada no Silverthorne, um processador baseado na microarquitetura de 45nm Hi-k de baixo consumo e na próxima geração de chipset, codinome Poulsbo. Também serão oferecidas como opcional nos designs baseados no Menlow capacidades de comunicações padronizadas como Wi-Fi, 3G e WiMAX para oferecer uma experiência do tipo sempre-conectada.

Inúmeros dos primeiros protótipos em funcionamento, frutos da formação da Aliança Para Dispositivos Móveis Para a Internet, há 6 meses, foram demonstrados por Chandrasekher.

"Juntos, os membros da aliança trabalharam em desafios de engenharia, incluindo gerenciamento de consumo, comunicações sem fio e integração de softwares", disse ele.

Chandrasekher forneceu um pequeno resumo sobre o Moorestown, que consiste de um design system on chip (SOC) combinando CPU, gráficos, vídeo e controlador de memória em um único chip. Um MID baseado no Moorestown terá um consumo em estado inativo 10 vezes menor do que o design do Menlow 2008, oferecendo maior duração da bateria e menor tamanho.

O interesse da indústria continua aumentando para as categorias UMPC e MID, de acordo com Chandrasekher. Para exemplificar o suporte, Chandrasekher convidou Mark Shuttleworth, fundador e CEO da Canonical*, ao palco para discutir a entrada da companhia no segmento MID. Shuttleworth demonstrou o lançamento pré-alpha do Ubuntu Móvel e um MID baseado no Menlow da Intel.

Além disso, Chandrasekher contou com a participação de Al Ramadan, vice-presidente sênior da Unidade de Soluções Empresariais para Dispositivos Móveis da Adobe, no palco. Ramadan descreveu o Adobe* AIR* e discutiu como a combinação de MIDs com as aplicações AIR da Adobe oferecerão experiências inovadoras para os usuários. O Adobe AIR oferecerá suporte para as plataformas Menlow baseadas em Windows e em Linux no futuro.

A Intel, líder mundial de inovações em silício, desenvolve tecnologias, produtos e iniciativas para melhorar continuamente a forma como as pessoas trabalham e vivem. Mais informações sobre a Intel estão disponíveis em www.intel.com/pressroom e http://blogs.intel.com.