Mondelēz Brasil aposta em novas tecnologias e parcerias com startups e fornecedores para atingir metas globais de ESG da companhia

Meio ambiente, sociedade e governança corporativa – esse é o novo tripé de valores nos quais empresas devem se apoiar para o futuro, e para isso inovação, sustentabilidade e diversidade caminham juntos. Fazer o que é certo está no DNA da Mondelēz International, por isso a empresa possui metas para garantir uma agenda de ESG que traga impactos positivos para a sociedade e para o planeta, conforme publicado no Relatório Snacking Made Right, que reforça o progresso da companhia ao longo de 2020.

“Fazer o snack da maneira certa é o que nos guia na Mondelēz International. Temos um compromisso com a sociedade e queremos criar um impacto positivo com o nosso negócio. No ano passado, o nosso propósito foi mais relevante do que nunca, nos ajudou a conquistar avanços importantes em nossos compromissos de ESG e a expandir nossas metas arrojadas. Seguimos focados em construir uma empresa de snacks sustentável, minimizando nosso impacto no meio ambiente e ao mesmo tempo sendo uma organização mais diversa, justa, inclusiva e transparente”, conta Cibele Souza, diretora de Manufatura da fábrica de Curitiba da Mondelēz Brasil.

A inovação é um pilar fundamental para atingir essas metas, seja por meio de novas tecnologias que contribuam para uma indústria mais sustentável, inovações que facilitem o dia a dia dos colaboradores ou novidades que permitam atender melhor as demandas do mercado. Por isso a empresa tem uma área especial focada em Novos Projetos e Inovação na qual busca novidades que se alinhem aos propósitos da Mondelēz Brasil.

“Queremos envolver e desenvolver todos os nossos colaboradores, empresas parceiras e instituições de ensino para ampliar a discussão sobre inovação, entendendo como podemos ser melhores no que fazemos e evoluir em termos de colaboração, co-criação, valorização e respeito aos nossos colaboradores, bem como aos métodos e formas de exercer nossos processos. Assim podemos chegar a soluções disruptivas e diversas, como as catracas com controle de temperatura instaladas como solução para a pandemia, e que em breve também terão controle de reconhecimento facial, eliminando assim a necessidade de crachás e aumentando a segurança no ambiente de trabalho”, explica André Bacellar, Gerente de Projetos e Inovação na Mondelēz Brasil.

Para Jared Andrade, da Qexpert, empresa especializada em soluções de Data Science, Data Engineer, Data Analytics e Inteligência Artificial, responsável pelo desenvolvimento do sistema para as catracas inteligentes, a parceria com uma empresa como a Mondelēz Brasil faz toda a diferença como referência para o mercado. “Eles foram nosso primeiro cliente para este produto e abriram muitas portas para outras empresas que viram a nossa solução e procuraram nossos serviços, aumentando consideravelmente a demanda da empresa”, relata Andrade.

 

Essa parceria teve início no Distrito Spark CWB, um hub de inovação que tem como objetivo unir empresas e startups para inovarem juntos. A Mondelēz Brasil patrocina o programa de Sponsorship e participa de rodadas de desafios, oferecendo insights de diferentes áreas da empresa, que geraram novas ideias e, algumas delas, se tornaram soluções efetivas, como é o caso das catracas inteligentes.

 

Inovação e sustentabilidade

Desde 2016, quando a Mondelēz Brasil começou a acompanhar o indicador de CO2 em suas plantas, o time focado em sustentabilidade da fábrica de Curitiba vem buscando alternativas de redução de consumo de energias, aumento de eficiência, mudança de combustíveis para opções mais sustentáveis, entre outras soluções inovadoras.

Em 2019, uma parceria com um fornecedor de açúcar, que já possuía um sistema de cogeração de energia a partir dos resíduos de sua produção e que buscava interessados em adquirir essa energia, de modo a atingir o equilíbrio financeiro e manter o sistema ativo, permitiu a planta de Curitiba passar a utilizar energia proveniente do bagaço de cana de açúcar. Com isso 100% da operação da planta de Curitiba e da planta de Vitória de Santo Antão (ES) utilizam energia limpa proveniente da cana de açúcar em 2021.

Essa iniciativa resultou na diminuição de 179 mil kg de CO2 emitidos na atmosfera em 2020, o equivalente a retirar das ruas 45 mil carros por dia.

Acelerando a Diversidade, Igualdade e Inclusão

Além disso, a Mondelēz International está intensificando seus compromissos com a diversidade e a inclusão.

Promover a diversidade e a inclusão deve ser um movimento orgânico porque é fazer o que é certo. O quadro de colaboradores de uma empresa precisa ser um espelho da população brasileira. Um ecossistema plural traz inovação, oportunidades e acima de tudo respeito às diferenças, por isso a Mondelēz International tem pela primeira vez na história um diretor global de Diversidade e Inclusão.

Na Mondelēz Brasil foi criado um comitê de diversidade que atua em quatro frentes de trabalho: gênero; LGBTQIA+, PCD e Étnico-Racial e, também, foi anunciado um Compromisso Público de Diversidade e Inclusão. Este comitê está envolvido em todas as iniciativas da companhia para garantir representatividade em todas as ativações. O programa de Estágio, por exemplo, teve 80% das vagas direcionadas para D&I. A empresa já tem 45% de mulheres em cargos de liderança, a partir de gerentes com meta de chegar a 50% até 2023. Outra meta importante é ocupar 30% das posições de administrativo e de liderança com pessoas negras até 2023. São metas arrojadas e necessárias para que a empresa possa ser, de fato, o espelho da sociedade.