A inflação alemã subiu inesperadamente em julho após nova redução no fluxo de gás da Rússia elevar temores de mais aumentos nas contas de energia, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira.

Os preços ao consumidor subiram 8,5% na comparação anual, após aumento de 8,2% em junho, disse o escritório nacional de estatísticas.

Pesquisa da Reuters com analistas apontava para alta de 8,1% em julho.

Fonte: Reuters